Previous
Next
Previous
Next

Vereador defende que população opine sobre aumento de vereadores na CMJP

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O vereador Thiago Lucena (PMN) se opôs à Proposta de Emenda à Lei Orgânica (PELOM) que aumenta de 27 para 29 o número de vereadores na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e que passaria a valer já para as eleições de 2020.

Ele defendeu que a população nas ruas da Capital seja ouvida e opine sobre o assunto que, na sua opinião, é bastante polêmico. “Vamos pra rua, saber o que o povo quer! Não é só o que a gente defende, que é a mais pura verdade, verdade absoluta não”, ressaltou.

Thiago chegou a propor, inclusive, que o custo para manter um gabinete de um vereador fosse rateado entre os 27 parlamentares. “Já que podem pagar por mais dois vereadores, então vamos diminuir em torno de R$ 3.500 de cada gabinete”, desafiou. Caso a medida passe, Lucena, seus colegas e a Câmara terão que se adequar a nova realidade fazendo cortes para poder se manter com redução dos gastos.

O relator da matéria na CCJ é o vereador Milanez Neto (PTB), líder do governo na CMJP. O vereador Tibério Limeira (PSB) também não concorda. Já os vereadores Lucas de Brito (PV), João Almeida (Solidariedade) e Humberto Pontes (Avante) se pronunciaram favorável á proposta, alegando que vai aumentar a representatividade política da Cidade na Casa e não haverá aumento nenhum no duodécimo, repassado pela gestão municipal.

Redação com assessoriaVereador defende que população opine sobre aumento de vereadores na CMJP