Previous
Next
Previous
Next

3 passos certeiros para cuidar da pele e do cabelo no inverno

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A combinação de temperaturas mais baixas, umidade do ar reduzida e vento frio transforma o inverno numa verdadeira armadilha para a beleza e a pele é o órgão que mais sente as mudanças climáticas. O cabelo, por sua vez, acaba ressecando pelo excesso do uso de secador e pela ação da água mais quente no banho.

A combinação de temperaturas mais baixas, umidade do ar reduzida e vento frio transforma o inverno numa verdadeira armadilha para a beleza e a pele é o órgão que mais sente as mudanças climáticas. O cabelo, por sua vez, acaba ressecando pelo excesso do uso de secador e pela ação da água mais quente no banho.

Mas não precisa se desesperar. Com 4 passos simples – e os produtos certos – você vai desfilar ainda mais linda no inverno!

Passo 1 – Hidrate, hidrate, hidrate!
O corpo precisa ser hidratado, pelo menos, uma vez ao dia – melhor ainda se for logo após uma ducha. Mas lembre-se: banho muito quente é inimigo da hidratação porque retira a camada manto-lipídica do corpo, ou seja, a barreira hidratante composta de lipídios e água, que recobre toda a derme e a protege dos danos externos, deixando-a ainda mais vulnerável aos efeitos do inverno.

O uso associado do sabonete líquido e do hidratante, que são à base de mel e extrato de linhaça, proporciona a nutrição perfeita para uma pele bonita e vibrante, combatendo o ressecamento e a opacidade. A fórmula contém ainda glicerina vegetal hidratante e vitaminas antioxidantes (E e Pro-Vitamin B-5).

Passo 2: Dê uma atenção especial para suas mãos e pés
Outro erro recorrente no inverno é não reforçar a hidratação nas partes mais delicadas do corpo, sobretudo mãos e pés – além de joelhos e cotovelos. As extremidades do nosso corpo estão mais expostas e requerem um cuidado especial. Além disso, as glândulas sebáceas – estruturas responsáveis por produzir sebo, conteúdo de origem lipídica que evita a perda excessiva de água e o ressecamento da pele – estão ausentes na palma das mãos e na planta dos pés. No inverno, os joelhos e os cotovelos tendem a desidratar, a espessar e a rachar com mais facilidade. Isso pode ocorrer pois estas áreas estão em constante movimento e precisam de maior elasticidade, enquanto, por outro lado, apresentam um menor número de glândulas sebáceas em relação ao rosto e ao couro cabeludo, as quais podem não ser suficientes na manutenção da hidratação natural da pele.

Passo 3: É hora de cuidar dos fios!

A regra do banho rápido e com temperatura moderada é tão ou até mais importante para os fios. É que a água quente, somada ao uso mais frequente de secador, deixa o cabelo mais frágil, favorecendo o surgimento de frizz. A situação piora se houver química. Sem contar que o inverno também aumenta a produção de caspa.

Para resolver tais problemas, vale optar por shampoos e condicionadores com poder hidratante. Na hora do enxágue, preste atenção para não deixar nenhum resíduo de produtos no cabelo, sobretudo na raiz. Outra dica de ouro é tentar deixar os fios secarem ao natural, sem recorrer ao secador.