Previous
Next
Previous
Next

5 coisas que podem acontecer ao parar de ingerir anticoncepcional

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

As inúmeras alternativas disponíveis no mercado para evitar uma gravidez indesejada e até tratar algumas doenças têm motivado meninas e mulheres a deixarem de lado o uso da pílula anticoncepcional. Entretanto, a suspensão do medicamento pode apresentar algumas mudanças no organismo das mulheres que acontece devido à readaptação das alterações dos hormônios.

Abaixo, a ginecologista e obstetra de São Paulo, Dra. Maria Elisa Noriler explica quais são essas alterações:

Alteração de peso: Engordar ou emagrecer vai depender do organismo de cada mulher. Parar com o medicamento pode aumentar ou reduzir a retenção de líquidos e, às vezes, até causar alterações na dieta devido às oscilações de humor. “A saída nesse caso pode ser a prática de atividade física e o consumo de alimentos saudáveis que ajudam o corpo a equilibrar os níveis de hormônios”, explica a ginecologista.

Agravamento da TPM: O humor pode sofrer oscilações após o interrompimento do medicamento e isso acontece devido às mudanças hormonais que o corpo sofre durante essa fase. Alimentação saudável e atividade física também valem para amenizar os efeitos da tensão pré-menstrual.

Fluxos menstruais maiores e cólicas: Acontece porque quando o medicamento não está mais presente no organismo ele para de inibir o crescimento do endométrio – revestimento interno do útero que descama durante a menstruação e também devido a uma maior contração uterina. “Nesses casos, o uso de analgésicos e bolsas de água quente podem amenizar as dores”, explica Noriler.

Aumento da libido: Essa é uma das vantagens que acontece com algumas mulheres porque mantendo a ovulação elas têm uma elevação da testosterona, hormônio relacionado com aumento do desejo sexual. Outro efeito colateral para algumas mulheres é a diminuição da lubrificação vaginal com uso de pílulas, causando desconforto na penetração vaginal.

Aumento da acne facial e da oleosidade na pele: A pausa da pílula anticoncepcional também faz com que a produção da testosterona volte a ser natural,favorecendo o aparecimento de secreções de oleosidade, uma das causas das temidas acnes. Entretanto, o problema pode ser solucionado com o uso de alguns produtos indicados por um dermatologista.

“Todas essas reações costumam passar em até três meses, mas caso a paciente queira tanto começar como parar de usar a pílula, o ideal é sempre conversar com o profissional para tirar todas suas dúvidas e pedir auxílio para decidir qual é o melhor método contraceptivo para o seu organismo”, finaliza a especialista.

rembrandtcarvalho.blogspot.com