Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Alcolumbre diz que Senado votará primeiro PEC da Previdência e, depois, regras sobre militares

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre(DEM-AP), afirmou nesta quinta-feira (14) que a Casa votará primeiro a proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata da reforma da Previdência e, somente depois, o projeto sobre aposentadoria dos militares.

Alcolumbre deu a informação após almoçar com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

A PEC que trata da reforma da Previdência já foi enviada pelo governo ao Congresso e está em análise na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. De acordo com a equipe econômica, o texto sobre os militares deve ser enviado até o dia 20 deste mês.

“Já está combinado com o presidente [da Câmara] Rodrigo Maia e comigo para os militares se despreocuparem. O projeto de lei dos militares só será votado após a votação da reforma da Previdência”, disse Alcolumbre.

“A matéria vai tramitar na CCJ, nas comissões temáticas, vai ao plenário. E, o compromisso é votar o projeto de lei [sobre os militares] após a votação da emenda constitucional da reforma da Previdência no plenário”, acrescentou o presidente do Senado.

O governo defende a reforma da Previdência como uma das principais formas de equilibrar as contas públicas. Pela estimativa da equipe econômica, será possível economizar R$ 1 trilhão com as mudanças.

Integrantes do governo e aliados no Congresso têm dito que mudanças podem ser feitas, desde que o texto proposto pelo governo não seja desfigurado.

O próprio presidente Jair Bolsonaro já afirmou que o Congresso é “soberano” para fazer eventuais mudanças, mas pediu que o texto não seja “desidratado”.

G1