Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Após recusa, Palmeiras define novo alvo para direção e tenta passo adiante por Sampaoli

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A recusa de Diego Cerri para assumir a diretoria de futebol do Palmeiras em 2020 causou surpresa no Palmeiras. Na última terça-feira, o dirigente optou por permanecer no Bahia. Antes, Rodrigo Caetano já havia confirmado permanência no Internacional.

De novo no mercado, a diretoria do Palmeiras já definiu o novo alvo: trata-se de Anderson Barros, que atualmente comanda o futebol do Botafogo. O clube carioca liberou o dirigente para viajar a São Paulo e se reunir com a diretoria palmeirense.O acerto é provável.

O Verdão trabalhava com dois nomes principais para a vaga do demitido Alexandre Mattos. Antes do “não” de Cerri, Rodrigo Caetano, que sofria com rejeição da torcida palmeirense, decidiu continuar no Internacional em 2020.

Já para a vaga de Mano Menezes, Jorge Sampaoli, agora livre no mercado, continua como o preferido.

Sampaoli continua como o nome mais forte nos bastidores do Verdão, mas a pedida salarial do treinador de cerca de R$ 2 milhões desanimou a diretoria, que segue considerando o argentino como plano A.

No fim da noite da última terça-feira, o Santos anunciou que Sampaoli pediu demissão do clube alvinegro, o que abre caminho para o Verdão avançar em uma eventual negociação direta com o argentino.

Globo Esporte