Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Bolsonaro volta a atacar Petrobras e culpa empresa por alta nos combustíveis

Durante discurso na Feira Nacional da Soja, em Santa Rosa, na Região Norte do Rio Grande do Sul, o presidente da República, Jair Bolsonaro voltou a atacar a Petrobras e culpou a empresa por alta nos combustíveis. Após falar para o público sobre responsabilidade da empresa na alta dos preços do diesel e demais combustíveis, ele posou para fotos ao lado de uma colheitadeira e cumprimentou apoiadores.

“Esta semana vocês estão conhecendo um pouco mais do que é a Petrobras aqui no Brasil. Temos nichos, temos redutos ainda em nosso governo espalhados por todo o Brasil que não entenderam que todos nós estamos no mesmo barco. Eles sabem que o Brasil não aguenta mais o reajuste de combustível numa empresa que fatura dezenas de bilhões de reais por ano às custas do nosso povo brasileiro”, discursou.

De acordo com o presidente, a União detém a maioria das ações ordinárias da Petrobras, com 50,3% do total. A estatal adota para suas refinarias uma política de preços que se orienta pelas flutuações do preço do barril de petróleo no mercado internacional e pelo câmbio.

Jair Bolsonaro lembrou que nos últimos meses, o preço internacional do petróleo tem subido em especial devido às tensões provocadas pela guerra entre a Ucrânia e a Rússia, esse último um dos maiores produtores mundiais de petróleo.

Paraiba.com.br