Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Botafogo-PB anuncia marca própria de uniforme e novo fornecedor esportivo para 2020

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A temporada 2020 vai dar uma cara nova ao Botafogo-PB, que fechou parceria com um novo fornecedor de material esportivo para confeccionar os seus uniformes. A Bomache é a fábrica que vai ficar responsável pela demanda das vestimentas do Belo para as quatro competições que a equipe vai disputar no próximo ano. E com uma novidade: a Belo 1931, que será, a partir de agora, a marca própria nos uniformes do Alvinegro da Estrela Vermelha.

A nova fornecedora, inclusive, oferece autonomia aos clubes na confecção dos seus produtos. Isso porque a empresa não estampa nenhum tipo de identificação que lhe credite como idealizadora do vestuário proposto pelas agremiações. É aí que vai entrar a marca Belo 1931, do próprio Botafogo-PB, que deve ser estampada em todos os itens que vão à venda, segundo o presidente Sérgio Meira, a partir do mês de dezembro.

Além do fechamento de contrato com a Bomache, o Botafogo-PB anunciou também que vai contar com uma inédita loja virtual, além de abrir uma segunda loja física, visando potencializar ainda mais a comercialização dos novos produtos com a marca própria do clube.

– Faz um ano que a gente trabalha neste projeto. Começamos, na verdade, com o registro dessa marca. Antes, o Belo não tinha uma marca comercial. Já lançaremos as lojas com novo material em dezembro – disse José Marinho, vice-presidente de marketing do clube.

O presidente Sérgio Meira revelou que o clube deve apresentar os novos materiais no mesmo dia da apresentação oficial do elenco para a próxima temporada, com data prevista para o dia 7 de dezembro.

– Fechamos efetivamente a parceria com a Bomache. Eles que vão confeccionar os nossos uniformes, além de outros produtos. Vamos ter, inicialmente, duas lojas físicas e também uma loja virtual. Logo vamos divulgar data da apresentação do jogadores e também da nova marca Belo 1931 – disse Sérgio Meira.

A ideia de implementar uma marca original nos uniformes vinha sendo especulada com mais notoriedade desde o encerramento das atividades do Belo na Série C do Brasileiro deste ano. O clube segue exemplo de outros clubes nordestinos, como Bahia, Sampaio Corrêa, Fortaleza e Santa Cruz, que adotaram a mesma ideia e hoje desfrutam de modelos específicos aos seus gostos e de seus torcedores, que puderam, inclusive, sugerir e votar nos uniformes que mais lhe agradaram.

ge