Previous
Next
Previous
Next

Cabify enfrenta dificuldade para crescer no mercado brasileiro

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Um dos serviços de transporte por aplicativos está passando por uma fase complicada no mercado brasileiro. A Cabify não consegue aumentar o número de corridas e perdeu recentemente dois executivos importantes.

De acordo com a Exame, a participação da Cabify no mercado brasileiro ainda é bastante pequena, mesmo após a fusão com a Easy. A empresa chegou a 3,5 milhões de corridas por mês no ano passado – 5% do que consegue a Uber.

A empresa esperava conseguir levantar US$ 500 milhões em investimentos no ano passado, mas conseguiu apenas pouco mais da metade do valor. A ideia era usar US$ 200 milhões para expandir os negócios no Brasil. A falta de investimentos compromete a capacidade da empresa de oferecer cupons de desconto e ganhar participação no mercado.

O ambiente interno na empresa parece não ser dos melhores: recentemente, dois grandes executivos pediram demissão e não comentaram o motivo da saída. Foram eles Fernando Matias, que foi anunciado presidente da empresa no Brasil em janeiro; e Rafael Cardoso, diretor de RH na Maxi Mobility, a holding que controla a Cabify desde a fusão com a Easy. A Cabify não comentou a reportagem da Exame.

Enquanto isso, a Cabify global também enfrenta suas dificuldades: em janeiro, a empresa anunciou uma reestruturação mundial que resultou na demissão de 10% dos seus 1,8 mil funcionários.

Fonte: Olhar Digital