Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Campinense vence Botafogo-PB por 2 a 1 na primeira etapa da final do Paraibano

O Campinense não tomou conhecimento do adversário e mesmo atuando na condição de visitante, venceu o Botafogo da Paraíba por 2 a 1, de virada, no estádio Almeidão, em João Pessoa, neste sábado (14). A vitória deixa a Raposa com vantagem para decidir o título do Campeonato Paraibano 2022, em casa, no jogo de volta, que ocorre no próximo sábado (21).

Uma partida com muitas chances de gols, para as duas equipes, como era esperado, pela necessidade de vencer e colocar uma vantagem na série decisiva do título estadual. Nos primeiros minutos, botafoguenses e rubro-negros saíram para o ataque mostrando confiança nas jogadas ofensivas.

Mas o Botafogo, como dono do mando de campo, tratou de buscar abrir o placar, pressionando as saídas de bola na defesa do adversário. Em duas oportunidades, o atacante Gustavo Coutinho teve chances de marcar.

Em uma delas, o atacante botafoguense ficou de cara com o goleiro e poderia ter chutado ou tocado para um companheiro, mas perdeu a chance. Depois, Gustavo Coutinho tentou passar pelo goleiro, mas a defesa rubro-negra chegou na cobertura.

Por parte do Campinense também foram criadas boas oportunidades para modificar o resultado, com jogadas do meia Dione, que serviu em duas chances aos atacantes Olávio e João Paulo. Mas o placar de 0 a 0 persistiu até o intervalo da partida.

As duas equipes voltaram para a segunda etapa com a mesma pegada, com jogadas de velocidade, objetivando o caminho do gol. O Botafogo chegou a fazer algumas mudanças com as saídas de Ratinho, Alan Grafite e Leilson e as entradas de Tinga, Nadson e Kesley.

Com isso, o time alvinegro passou a criar jogadas pelas laterais tentando surpreender o adversário com bolas altas. Foi exatamente nesse tipo de jogada, depois de uma cobrança de falta, que o Botafogo encontrou o caminho do gol, através do lateral-esquerdo Alessandro, aos 20 minutos, tocando de cabeça, fazendo 1 a 0.

Mas o Campinense não se intimidou com um gol e saiu para o jogo. Principalmente depois de trocar Luiz Fernando por Erick Pulga e João Paulo por Felipe Ramon. O time rubro-negro passou a comandar as ações, mesmo jogando como visitante.

A reação do time Raposa começou logo aos 25 minutos do segundo tempo, depois de uma jogada de Erick Pulga. Ele invadiu pelo lado direito da área e fez o cruzamento rasteiro, a defesa do Botafogo falhou e o atacante Olávio mandou para as redes, empatando, 1 a 1.

O Botafogo sentiu o empate e parou de jogar, sendo completamente dominado. O Campinense aproveitou e não demorou para marcar o segundo gol virando o placar, com o meia Dione, que ficou cara a cara com o goleiro botafoguense fazendo 2 a 1, aos 34 minutos da segunda etapa.

Os times ainda fizeram novas mudanças. O treinador do Botafogo, Gerson Gusmão, trocou Edvan e colocou Elias. Saiu Pablo para a entrada de Adilson Bahia. Mas essas mudanças não alteraram o panorama.

O treinador da Raposa, Ranielle Ribeiro, fez mais três trocas. Saiu Emerson para a entrada de Iago Silva. Dione foi trocado por Patrick. Saiu ainda Olávio e Douglas Lima entrou em seu lugar. Patrick ainda foi expulso nos minutos finais.

O Campinense saiu em vantagem na série de duas partidas, com a vitória de 2 a 1, e agora joga no estádio Amigão, no sábado (21) em Campina Grande, precisando do empate para ser campeão. O Botafogo precisa vencer por dois gols de vantagem. O jogo pode ir para os pênaltis em caso de vitória simples dos botafoguenses.

No meio de semana, Botafogo e Campinense vão jogar pela Série C do Campeonato Brasileiro. Os botafoguenses terão pela frente o Vitória-BA, em Salvador. O Campinense, por sua vez, vai encarar o Ypiranga-RS, jogando no estádio Amigão, em Campina Grande.

Portal Correio