Previous
Next
Previous
Next

Carla Perez diz que perdoou agressão na época do É o Tchan

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Carla Perez usou as redes sociais para esclarecer a polêmica do episódio de agressão que a motivou a sair do grupo É o Tchan, 20 anos atrás, relembrada no último Programa da Sabrina, da RecordTV. Nas redes sociais, a ex-dançarina se mostrou incomodada com a repercussão excessiva da entrevista, e lá, deixou um “textão” sobre o assunto. Veja os trechos mais relevantes do desabafo da loira.

— Não gostaria de estar entrando, MAIS UMA VEZ, nesse assunto que é chato demais. Mas, como algumas pessoas que se dizem profissionais não tem algo mais importante para focar, estão sem assunto para falar e saem destilando veneno em rede nacional…

Carla fez questão de dizer que o assunto já era algo “antigo”, mas que apesar disso, respondeu à apresentadora “tranquilamente”.

— Não gostaria que ficassem remoendo o motivo da minha saída há 20 anos do É o Tchan!!! Isso mesmo!! Assunto antigooooo!!! Aff!! Participei do programa da Sabrina e depois de um longo e lindo bate-papo e homenagens que recebi no programa, “os sem assuntos” resolveram colocar uma lente de aumento nessa questão velha, batida e rebatida. Além de eu NÃO ter chorado ao falar sobre isso, naquele momento só tive a educação de responder uma pergunta que me foi feita e respondi tranquilamente, sem intenção de criar nenhuma polêmica.

O ponto alto vem quando Carla diz o agressor pediu desculpas à ela e ela aceitou. E encerrou dizendo que tem “mais o que fazer”.

— Querem dar destaque a algo? Destaquem algo bom, a atitude de reconhecer um erro e o ato de perdoar. Sim, ele pediu perdão! Sim e eu o perdoei!!! Agora CHEGA desse circo! Tenho muito mais o que fazer, família para cuidar e roupa para lavar!

Entenda o caso

No Programa da Sabrina do dia (21) de abril deste ano, Carla Perez afirmou que a decisão de sair do É o Tchan foi motivada por um episódio de agressão.

— A gente teve um desentendimento. Eu era menina, muito nova e jamais iria aceitar que ninguém, muito menos homem nenhum, me agredisse. Como houve agressão gratuita eu pedi pra sair. A única coisa que falei com um dos donos da época, é que eu pedi a agenda pra ele. ‘Me dá a agenda agora pra eu olhar, que eu vou fazer meu último show. Fora sua agenda, pode marcar uma data pra Salvador, porque eu vou despedir na minha cidade, na minha terra. Fora isso, se você não me entregar a agenda agora, eu saio hoje, vou na delegacia e dou queixa agora.

Na entrevista, a loira fez questão de ressaltar que, “nehuma mulher, ninguém, na verdade, merece ser agredido. Muito menos a mulher”.

Com o tamanho da repercussão, Carla não só decidiu escrever um texto de desabafo, como também compartilhou fotos do show que fez de despedida do É o Tchan, de 20 anos atrás.

Vale lembrar que em nenhum momento da entrevista Carla revelou o nome do agressor.

 

 

R7