Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

CBF quer manter Tite na Seleção, mas terá empecilho, diz jornal

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A CBF está decidida a manter Tite no comando técnico da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo da Rússia. Independente do resultado. Quem garante é o jornal A Folha de São Paulo. Segundo publicação desta terça-feira (22 de maio), o treinador já foi procurado para conversar sobre a sequência do trabalho e uma possível renovação até o Mundial do Catar, em 2022.

No entanto, manter o ex-comandante do Corinthians por um novo ciclo não é tão simples e será custoso. De acordo com A Folha, os cartolas da CBF terão que aumentar o salário de Tite, que gira em torno de R$ 900 mil mensais. Tite teria a intenção de permanecer no cargo, mas só estaria disposto a tratar do assunto após a Copa.

Tite assumiu a Seleção Brasileira em 2016, em momento complicado, estando fora da zona de classificação para a Rússia 2018. Caso siga à frente do time canarinho, o treinador irá igualar Zagallo e Telê Santana, únicos que comandaram o Brasil em duas Copas consecutivas.

Com o técnico no comando, a Seleção soma 15 vitórias, três empates e apenas uma derrota para a Argentina, em partida amistosa. Nos bastidores, o trabalho de Tite é elogiado por jogadores, cartolas, torcedores e boa parte da imprensa.

 

Paraiba.com