Previous
Next
Previous
Next

Coral Universitário da UFPB abre inscrições para seleção de novos integrantes

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O Coral Universitário Gazzi de Sá, do Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), abriu seleção para ingresso de novos membros. As inscrições começam nesta sexta-feira (14) e seguem até o dia 28 de fevereiro.

Podem se inscrever, gratuitamente, candidatos da comunidade acadêmica (estudantes, servidores e docentes) e do público em geral. Entre as vagas ofertadas estão oportunidades para sopranos, contraltos, tenores e baixos.

O maestro Eduardo Nóbrega, professor do Departamento de Educação Musical da UFPB, informou que não há pré-requisito para realizar inscrição. “Todas as pessoas podem participar. Procuramos pessoas que gostem de cantar e queiram ter uma experiência no universo da música”, explicou o docente. Para se inscrever, basta enviar um e-mail para o [email protected] solicitando a ficha de inscrição.

A avaliação acontecerá, presencialmente, no auditório da Reitoria da UFPB, nos dias 07 e 08 de fevereiro, das 17h às 19h. É preciso marcar na ficha de inscrição o dia escolhido para a realização da avaliação. As apresentações terão a duração de 15 minutos e serão realizadas por ordem de chegada. Não há limite de vagas.

Os ensaios presenciais do Coral estão previstos para ocorrerem às terças e quintas-feiras, das 17h30 às 19h, no campus I, em João Pessoa.

O Coral Universitário Gazzi de Sá existe desde 1963 e é parte de um projeto de extensão do Departamento de Educação Musical, com o apoio da Pró-reitoria de Extensão (Proex) da UFPB. Conforme o maestro, a principal função do Coral “é socializar as pessoas através da música. Dentro do Coral você tem a prática da coletividade e da união. É uma oportunidade para você conhecer o universo musical”, disse o Prof. Eduardo Nóbrega.

Além da prática oferecida aos integrantes do grupo, o Coral também desenvolve atividades em escolas, realizando concertos didáticos, apresentações em bairros, periferias e ruas da cidade de João Pessoa, além de desenvolver ações no Projeto Semear, um projeto de extensão da UFPB que oferece suporte e oportunidades para músicos que vivem em cidades do interior da Paraíba.

Paraiba.com.br