Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Cria do SBT, saída de Maisa deixa rombo maior que o de Chaves

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O SBT não anda dando muita sorte nos últimos tempos. Perdeu Chaves, uma de suas grandes marcas, do dia para a noite e isso deixou um rombo no canal. Agora, Maísa anunciou nas suas redes sociais que vai deixar a TV de Silvio Santos para uma nova empreitada num serviço de streaming. É uma outra paulada de difícil digestão para a emissora.

Chaves, no Brasil, surgiu no SBT e por lá se popularizou, chegando a virar um clássico televisivo. E isso também vale para Maísa, que apareceu bem pequenininha no canal, virou uma apresentadora mirim extremamente querida e, ao longo dos anos, só foi conquistando cada vez mais público e fãs. Hoje, já adolescente, Maísa tem uma grande relevância nas redes sociais e comanda (comandava) o divertido Programa da Maisa.

É bem verdade que esta atração mais recente da Maisa não tinha todo o charme e até a relevância que a garota já demonstrou no passado. Quando pequena, ela causava bem mais e suas trapalhadas, brincadeiras e tiradas eram bem mais comentadas e viralizavam facilmente. Mas é aquilo, né? Maisa é Maisa e não perdeu seu talento. Talvez o SBT é que tenha ficado pequeno para ela. Talvez ela – e quem gerencia sua carreira – tenha percebido que o canal de Silvio Santos não consiga mais dar o que ela precisa. Daí, a necessidade e a chance de testar outros formatos e veículos.

E justamente por Maisa ser esse furacãozinho todo é que sua saída é, para o SBT, pior do que deixar de exibir Chaves. O seriado mexicano era algo exibido há décadas, com imagem já desfocada em alguns momentos, não atraía mais muito público e nem anunciantes. Ou seja, era visto mais pela inércia das pessoas do que por quem realmente queria ver alguma coisa no SBT.

Com Maisa, a história é outra. Ela atrai anunciantes, as pessoas prestam atenção no que ela fala, levava um público novo ao canal de Silvio Santos e tem relevância. Além disso, é uma descoberta do próprio canal, uma cria do SBT e que, assim como Chaves, dá uma “cara” para a emissora. Mas uma “cara” mais moderna, divertida e atual.

 

 

 

r7