Previous
Next
Previous
Next

Cruzeiro chega ao Equador para manter 100% na Libertadores e reforçado para enfrentar o Emelec

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O Cruzeiro desembarcou, no fim da noite desta segunda-feira, em Guayaquil, maior cidade do Equador e local da partida com o Emelec, quarta, às 21h30 (de Brasília), no estádio George Capwell. Com a presença de Edilson e Rodriguinho, poupados contra o América-MG, o time comandado por Mano Menezes chegou a solo equatoriano com 27 jogadores e sem a presença de David para tentar os 100% de aproveitamento na Copa Libertadores.

Os jogadores, comissão técnica e diretoria vieram em um avião fretado pelo clube mineiro e só tiveram de fazer uma parada em Manaus para abastecimento. A aeronave foi estilizada para receber o time cruzeirense. Os relatos foram de um voo tranquilo. A ausência na delegação foi de David, que perde o segundo jogo seguido pelo time.

O Cruzeiro vai em busca da terceira vitória no Grupo B, que o faria encaminhar a vaga para as oitavas de final da Libertadores. A equipe tem seis pontos e é líder da chave, após vencer o Huracán (1 a 0, na Argentina) e o Deportivo Lara (2 a 0, no Mineirão). O time está invicto na temporada, com 15 partidas – 11 vitórias e quatro empates.

A equipe encara o Emelec, que passa por um momento de irregularidade na temporada. A pressão no “La Caldera” deve ser grande, mas não preocupa o lateral Edilson.

– -A gente sabe que vai ser uma recepção calorosa do time deles, mas o nosso grupo e experiente, tem tudo para fazer um grande jogo e nosso grupo não sente este tipo de coisa.

O lateral deve retornar ao time, após ser poupado no Campeonato Mineiro. Mesma situação de Rodriguinho. O Cruzeiro treina nesta terça, no estádio do Barcelona, rival do Emelec. Depois, conhece o gramado do jogo de quarta. Possível escalação do Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred.

Histórico
Será a terceira vez que o Cruzeiro enfrenta o Emelec na história. Na fase de grupos da Libertadores de 2001, a equipe empatou sem gols no Equador e venceu por 2 a 0 em Belo Horizonte. O time tem bom retrospecto contra equipes equatorianas.

Quem veio para o jogo contra o Emelec, no Equador:
Goleiros: Fábio, Rafael e Vitor Eudes
Laterais: Edilson, Orejuela, Egídio e Dodô
Zagueiros: Dedé, Léo, Murilo e Fabrício Bruno
Volantes: Henrique, Lucas Romero, Lucas Silva, Ariel Cabral e Jadson
Meias: Robinho, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Rafinha
Atacantes: Fred, Raniel e Sassá

Seja Sócio 5 Estrelas do Cruzeiro — Foto: Divulgação/Cruzeiro Seja Sócio 5 Estrelas do Cruzeiro — Foto: Divulgação/Cruzeiro

ge