Previous
Next
Previous
Next

David Copperfield é inocentado de processo movido por fã

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

David Copperfield foi considerado inocente em um processo civil movido por um fã que disse ter se ferido participando de um número do mágico em Las Vegas, em 2013. Copperfield foi considerado negligente pelo júri, mas o homem foi responsabilizado por seus ferimentos.

O julgamento atraiu a atenção internacional porque o ulusionista foi obrigado a revelar os segredos de seus números.

Gavin Cox, um turista britânico que participou do truque de desaparecimento, disse que sofreu lesões no cérebro e pelo corpo quando caiu durante a performance.

Mas na decisão, o júri determinou que as cinco partes processadas eram todas responsáveis ​​por 0% e Cox era 100% responsável pelos ferimentos.

Cox não receberá nenhum dano monetário. Os advogados de Cox estimaram que ele pagou US$ 400.000 em despesas médicas resultantes dos ferimentos, de acordo com a Associated Press.

Além disso, uma mentira de Cox pode ter contribuído para a decisão do júri. Durante o julgamento, ele precisou de ajuda para caminhar enquanto estava no tribunal, mas os advogados de Copperfield exibiram um vídeo durante o julgamento, mostrando que ele foi pego na câmera andando sem assistência fora do tribunal.

 

R7