Previous
Next
Previous
Next

De 239 famílias desabrigadas, apenas 15 estão aptas para receber moradia, diz prefeitura

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Das famílias que foram despejadas na manhã da última quinta-feira (12), dos condomínios invadidos Vista do Verde I e II no bairro das Indústrias, quem não conseguiu um lugar para morar continua abrigado em uma quadra esportiva da Praça da Juventude, no mesmo bairro.

Em entrevista ao Portal T5, a secretária interina municipal de Habitação Social (Semhab), Sachenka Bandeira, informou que das 239 famílias despejadas do condomínio Vista do Verde, apenas 15 cumprem os requisitos do cadastro para recebimento de moradia da prefeitura. “Essas famílias que estão aptas devem esperar para receberem suas casas, que estão sendo construídas. Nada mais podemos fazer”, disse.

A secretária ainda informou que 116 grupos familiares não realizaram o cadastro. “Conforme decisão judicial, nós fomos ao local para realizar a coleta de dados das pessoas há oito meses, mesmo assim, muitos moradores não compareceram no período”, disse.

Segundo a Justiça Federal, antes da ação da Polícia Federal (PF) houve um período de sensibilização. “Os representantes da Semhab e da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) realizaram o cadastro/atualização das famílias nos programas sociais de habitação e informaram os requisitos necessários à solicitação de auxílio-aluguel aos que precisarem”.

Sobre o auxílio-aluguel, o secretário da Sedes, Eduardo Jorge, informou que o levantamento das famílias que precisam do benefício inciou na última sexta-feira (13). “Nós vamos identificar quem realmente precisa do auxílio. O pagamento do benefício será realizado em um período de seis meses, podendo ser prorrogado por mais seis”, contou.

Fonte. portalt5