Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Deputado Raniery Paulino revela conversa com presidente do MDB, Baleia Rossi, e articula possível convite para João Azevêdo entrar no partido

O deputado estadual Ranieny Paulino (MDB) revelou o desejo de ter o governador João Azevêdo (Cidadania) no seu partido. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (11), o parlamentar disse que já existem conversas na Executiva Nacional do MDB para tratar sobre o convite de filiação ao governador.

Segundo o emedebista, a ideia foi fruto de sua vontade em trazer o gestor para seu partido. Ele lembrou que deu a proposta em uma reunião recente que aconteceu em Brasília. “Eu propôs uma ideia ao presidente nacional, Baleia Rossi, de convidar João Azevêdo a entrar no MDB, em se confirmado uma federação que possa criar complicadores para ele permanecer no partido. Senti que Baleia ficou balançado com a ideia. Cabe agora um diálogo acerca disso. Seria importante para o MDB uma filiação como a de João”, explicou ao pontuar que a possibilidade foi vista com entusiasmo pelo presidente nacional do MDB Baleia Rossi.

O deputado destacou que o convite para filiação deve surgir no caso da confirmação de uma federação partidária entre o Cidadania e o PSDB. Segundo ele, ao se concretizar essa fusão haverá reflexos nas eleições da Paraíba, uma vez que a legenda tucana também tem pré-candidato ao Governo do Estado com o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB).

Para ele, com João no MDB haveria uma articulação estratégica para candidatura própria com uma solução para a disputa entre João e Veneziano. “Já ajudei no distensionamento e agora cabe naturalmente a Baleia, a senadora Nilda, o senador Veneziano e João Azevêdo conversarem em nível nacional sobre a ideia e fazer um dialogo a cerca disso. Vejo importância em João se filiar ao MDB”, disse em entrevista ao Arapuan Verdade, como acompanhou o ClickPB.

Considerando a candidatura de Veneziano com a possível federação, se ele sairia do MDB, Raniery preferiu não opinar, mas destacou que seria muito triste se tivesse que sair do MDB. “Na última eleição passamos por uma sangria no partido com muita gente querendo sair. Eu tenho muito respeito a memória de Maranhão. Pensar em saí do MDB é algo que me dói muito, eu iriei esperar até onde der. Se eu ficar, será que vão me garantir uma legenda?. Eu torço pra que Veneziano tome a melhor decisão. Se o MDB fizer uma aliança. Meu compromisso é com João Azevêdo”, analisou.

clickpb