Previous
Next
Previous
Next

Diretório do PSB em João Pessoa apresenta renúncia coletiva

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Os integrantes do Diretório do PSB de João Pessoa renunciaram, de forma coletiva, aos cargos. Com a decisão, caberá a executiva estadual da legenda, atualmente sob o comando do ex-governador Ricardo Coutinho designar os novos integrantes da executiva.

A agora ex-presidente do diretório municipal, a deputada estadual Estela Bezerra, publicou nota justificando a decisão.

Confira a nota:

Considerando os últimos acontecimentos, que tiveram o intuito de esvaziar o Diretório Municipal do PSB com renúncias progressivas, iniciadas pelo então presidente (que anunciou renuncia através da mídia, sem quaisquer formalização ao diretório);

Considerando que as notícias sobre a autodissolução do diretório veiculadas, concomitante a reunião deliberativa, foram precipitadas e inverídicas (pois mesmo com as renúncias, o DM se manteve com 25 integrantes dos 43, mesmo subtraindo os que ainda não formalizaram as renúncias);

Considerando o diálogo franco e respeitoso realizado na reunião do PSB municipal, na qual companheiros e companheiras apresentaram seus questionamentos e argumentos assim, como as angústias, revelando toda a pressão moral a qual se encontram expostos;

Considerando a necessidade de renovação total do partido, assim como proteger companheiros e companheiras que são construtores do projeto socialista que transformou a Paraíba desde 2011;

Considerando, por fim, a contradição dos burocratas do partido que tentaram transformar em ato anti-democrático a renúncia coletiva do Diretório Estadual, e, sem sucesso, tentam usar do mesmo instrumento, comprovando a total ausência de conteúdo nas críticas efetivadas.

Apresentamos a renúncia coletiva da maioria do Diretório Municipal de João Pessoa, que agora sim, está dissolvido, cabendo a Comissão Executiva Estadual designar um novo diretório que possa garantir autonomia e a liberdade de pensamento, que são princípios socialistas fundamentais.

Entendemos esse gesto como utilização de um instrumento regimental legítimo que visa facilitar a renovação total do partido e proteger os diretorianos de qualquer tipo de assédio moral ou perseguição.

clickpb