Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Empresa do criador do Android não deve fazer um segundo celular

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A Essential, empresa fundada pelo criador do Android Andy Rubin e que planejava oferecer celulares inovadores, pode não lançar um segundo modelo de aparelho após o fracasso do Essential Phone do ano passado.

Segundo reportagem da Bloomberg, a Essential teria cancelado o desenvolvimento de um novo celular e que seus engenheiros estariam trabalhando em um produto doméstico – possivelmente uma caixa de som inteligente.

A empresa também estaria considerando uma venda, e buscaria um comprador para ficar com suas patentes, projetos futuros e hardware já produzido.

Em um e-mail enviado internamente aos funcionários da empresa, Rubin disse que a Essential busca acordos com bancos para levantar dinheiro para suas operações. “Ninguém (incluindo eu neste momento) sabe qual é a melhor coisa para a empresa,” disse o executivo.

Lançado com grande expectativa, o Essential Phone se destacava, entre outras coisas, pelo design de “tela infinita” que acabou sendo adotado por diversos outros aparelhos do mercado. Mas as vendas foram muito abaixo do esperado, e a estimativa é que apenas 150 mil unidades do celular tenham sido comercializadas.

 

OlharDigital