Previous
Next
Previous
Next

Esporte de Patos é tetracampeão da segunda divisão do Paraibano

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Apesar de perder por 2 a 1 para o Perilima, o Esporte de Patos, comandado por Marcos Nascimento, se consagrou tetracampeão da Segunda Divisão do Campeonato Paraibano. Sem apoio da torcida, por recomendação do Ministério Púbico, o jogo ocorreu de portões fechados no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande, mas com fortes emoções durante toda a partida.

Vantagem
Na partida de ida da final, que aconteceu na última quinta-feira (14) em Patos, o Esporte venceu o Perilima de 4 a 2, e até então se mantinha o único invicto do torneio. Para tirar a taça do Patinho Terror do Sertão, a Águia de Campina Grande precisava vencer por dois gols de diferença e ainda disputar o título nos pênaltis, mas não foi o que aconteceu.

Esporte de Patos é tetracampeão da segunda divisão do Paraibano
Sem apoio da torcida, por recomendação do Ministério Púbico, o jogo ocorreu de portões fechados no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande

Por Redação – 19 de novembro de 2018
COMPARTILHE
Apesar de perder por 2 a 1 para o Perilima, o Esporte de Patos, comandado por Marcos Nascimento, se consagrou tetracampeão da Segunda Divisão do Campeonato Paraibano. Sem apoio da torcida, por recomendação do Ministério Púbico, o jogo ocorreu de portões fechados no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande, mas com fortes emoções durante toda a partida.

Vantagem
Na partida de ida da final, que aconteceu na última quinta-feira (14) em Patos, o Esporte venceu o Perilima de 4 a 2, e até então se mantinha o único invicto do torneio. Para tirar a taça do Patinho Terror do Sertão, a Águia de Campina Grande precisava vencer por dois gols de diferença e ainda disputar o título nos pênaltis, mas não foi o que aconteceu.

Titulares da decisão contra a Perilima (Foto: Raniery Soares / Jornal CORREIO)
O jogo
Logo aos 25 minutos do primeiro tempo, Marcelinho Paraíba cobrou pênalti e abriu o placar no PV. Jogando visivelmente melhor que o adversário, o Perilima se surpreendeu quando Enercino cobrou uma falta e empatou o jogo 10 minutos depois do primeiro gol, garantindo o empate. Aos 22 minutos do segundo tempo, foi a vez de Anderson bater de peito de pé e marcar mais um gol para a Águia de Campina Grande.

Títulos
A equipe sertaneja conquistou o Paraibano 2ª Divisão nos anos de 2005, 2013 e 2015, já a Perilima tem cinco vices que foram em 1998, 2000, 2001, 2004 e 2006. Agora as duas equipes vão jogar a elite estadual em 2019.

portalcorreio.