Previous
Next
Previous
Next

Federação do Rio de Janeiro pede à CBF veto a árbitros paraibanos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Após o escândalo trazido à tona pela Operação Cartola, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) enviou ofício à CBF solicitando que a Comissão Nacional de Arbitragem vete profissionais do quadro da Paraíba em jogos de times cariocas. A Federação do Rio é comandada por Rubens Lopes.

A Ferj pede ainda à confederação, que os árbitros do quadro do Rio não sejam escalados em partidas de equipes paraibanas. Conforme ofício enviado ao coronel Nunes, presidente da confederação, e ao coronel Marinho, chefe da comissão de arbitragem, essas restrições devem permanecer até que a CBF restitua e declare a
normalidade na Federação Paraibana de Futebol.

Na última segunda-feira (14), o Comitê de Ética da confederação determinou o
afastamento temporário do presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF),
Amadeu Rodrigues, um dos alvos da Operação Cartola, que investiga um esquema de corrupção no futebol da Paraíba.

A Ferj enviou o ofício pedindo o veto definitivo no Rio, temendo uma reversão da pena de suspensão dos árbitros locais aplicada pelo Comitê.

Um dos principais alvos das investigações da Polícia Civil e Ministério Público da Paraíba, o ex-árbitro José Renato Soares, foi demitido da presidência da Comissão Estadual de Arbitragem(Ceaf).

 

ClickPB