Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

FESTIVAL DE MANGABEIRA SEGUE COM MAIS QUATRO ESPETÁCULOS NESTA QUINTA (15/11) E SEXTA (16/11).

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16) o Festival de Teatro de Mangabeira recebe seus últimos espetáculos que estão concorrendo na 6ª edição do Festival, como nas edições o festival tem caráter competitivo, onde os três grupos que atingirem as maiores somas de pontos, serão considerados conforme sua pontuação em primeiro, segundo e terceiro lugares receberão troféus e certificados, assim como também terão as premiações de Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Maquiagem, Melhor Trilha Sonora e Melhor Figurino. Todas as participantes receberão certificado de participação do 6º Festival de Teatro de Mangabeira.

Abaixo a programação da quinta-feira e sexta-feira com as sinopses dos espetáculos.

QUINTA-FEIRA (15/11).

19H:20MIN
ESPETÁCULO: O DIA EM QUE A MORTE BATEU DAS BOTAS.

GRUPO: CIA. OXÊNTE DE ATIVIDADES CULTURAIS.

CIDADE: JOÃO PESSOA – PB

SINOPSE: O Dia Em Que a Morte Bateu Das Botas é uma comédia sarcástica, que narra o curioso encontro de um suicida com a morte, no dia marcado por ele para seu pretenso falecimento. Um espetáculo reflexivo sobre a relação de atração e repulsa do homem pela morte.

TEXTO: SAULO QUEIROZ

DIREÇÃO: EDILSON ALVES

20H:30MIN
ESPETÁCULO: BAILEI NA CURVA.

GRUPO: MAIS UM COLETIVO DE TEATRO

CIDADE: JOÃO PESSOA – PB

SINOPSE: O espetáculo mostra a trajetória de sete crianças que viveram durante o período da Ditadura Militar. A peça reflete as transformações que aconteceram na vida das personagens em três períodos; final da infância, adolescência e vida adulta. O tom leve que a peça traz, a partir do olhar das crianças, também mostra o peso das consequências do Golpe Militar na vida de cada personagem.

TEXTO: SAULO QUEIROZ

DIREÇÃO: EDILSON ALVES

SEXTA-FEIRA (16/11).

19H:20MIN
ESPETÁCULO: AS MALDITAS

GRUPO: CIA ARTE TRAMÁTICA

CIDADE: CAJAZEIRAS – PB.

SINOPSE: Duas irmãs com nomes de flores e almas de espinhos. A frase define bem o relacionamento conturbado entre as irmãs Rosa e Margarida, interpretadas pelos atores Benicio Figueiredo e Girlene Ferreira no espetáculo “As Malditas”. No palco, duas irmãs que não se suportam. Margarida: analfabeta, viúva, pobre e fanática religiosa. Rosa é deficiente física, professora universitária aposentada e apreciadora de música clássica. Rosa e Margarida se odeiam e vivem, a contragosto, uma difícil relação de dependência mútua. Na história, as irmãs não alimentam bons sentimentos acerca da vida familiar e da existência. Em comum, elas só têm duas coisas: o mesmo sangue e o mesmo ódio. Um ódio que surgiu na infância, atravessou a adolescência e encontrou seu maior vigor em plena meia idade. Por ironia do destino, as duas vivem sob o mesmo teto…

TEXTO: SAULO QUEIROZ

DIREÇÃO: DENILSON FEITOZA

20H:30MIN
ESPETÁCULO: CARTAS PARA A ALEMANHA.

GRUPO: ELZE MARIA BARROSO.

CIDADE: NATAL – RN

SINOPSE: A atriz/performer ao relembrar passagens do término de um relacionamento amoroso com um alemão, convida expectador a ouvir seus espaços íntimos dos pensamentos em busca de explorar os limites entre o real e o ficcional e transformar suas memorias numa poética de experiências de imagens e sensações, sem deixar de provocar reflexões sobre as questões de cor da pele que perpassam a própria condição por ser uma mulher negra ao se relacionar com um estrangeiro; e busca através de uma narrativa com propostas relacionais de sensorealidade.

TEXTO: ELZE MARIA BARROSO

DIREÇÃO: ELZE MARIA BARROSO

Jamil Richene
Produtor Cultural
Focos Produções
(83) 98726-3806 (oi)
(83) 99617-2075 (tim)