Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Filho de Gretchen consegue vaga na Câmara dos Vereadores de São Paulo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen, foi eleito vereador em São Paulo. Ele concorreu pelo PL e obteve 43.297 votos.

Durante a campanha, Thammy apresentou propostas para as áreas da Saúde, Educação e para o público feminino. No fim de 2014, Thammy assumiu sua identidade de homem transexual. Ele é casado com a modelo Andressa Brito, com quem tem um filho, Bento.

Emocionado, Thammy Miranda comemorou a vitória em uma rede social. Em vídeo, ele agradeceu os votos, desculpando-se pela cara de choro e cabelo despenteado, causados, segundo ele, pela comemoração.

“Quando eu decidi me candidatar eu sabia que o desafio era grande e o caminho para conquistar as pessoas que querem um representante na Câmara Municipal com garra e com coragem. Mas enfim esse dia chegou e eu só posso dizer que tudo valeu a pena. É meu dever retribuir tudo isso para vocês. Agora começa um novo tempo, um novo ciclo na minha vida e eu vou mostrar que eu sou gente que cuida de gente. Meu muito obrigada a vocês. Me perdoem a minha cara de choro, o meu cabelo descabelado. A gente estava comemorando muito aqui. Meu mandato vai ser participativo, colaborativo, esse é um mandato que você vai participar comigo. Eu amo todos vocês.”
Thammy Miranda, 36 anos, é filho da cantora Gretchen, que fez muito sucesso nos anos 80 e 90 no Brasil. Desde 2015 assumiu o gênero masculino e começou a passar por cirurgias de redesignação sexual. Atualmente, Thammy é pai de Bento, de 10 meses, fruto do casamento com a modelo e assistente de palco Andressa Ferreira.

Em julho, Thammy foi atacado virtualmente por ser contratado para estrelar uma campanha de Dia dos Pais da empresa Natura.

Em 2016, ele também foi candidato a vereador de São Paulo pelo PP na coligação PSDB/PSB/PP/DEM e obteve 12.408 votos nas eleições e ficou como suplente da coligação.

Em 2019, a Câmara de São Paulo cumpriu a decisão da Justiça Eleitoral e determinou a extinção do mandato do vereador Camilo Cristófaro (PSB). Thammy deveria assumir o cargo, mas Cristófaro reassumiu ao recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e manteve o mandato. Neste ano, Thammy se elegeu pelo Partido Liberal (PL) entre os vinte candidatos mais bem votados da capital paulista.