Previous
Next
Previous
Next

Futuro das seleções e na mira da Europa, Arrascaeta e Paquetá protagonizam duelo entre Cruzeiro e Flamengo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Além da experiência de atletas já rodados, como Thiago Neves e Diego, Cruzeiro e Flamengo depositam esperança, no Mineirão, também nos pés de jovens jogadores. Xodós das torcidas e peças quase que imprescindíveis nos esquemas de Mano Menezes e Maurício Barbieri, Arrascaeta (24 anos) e Lucas Paquetá (20) vão medir forças, nesta quarta-feira, pela Libertadores, em uma prévia do que pode ser, no futuro, duelo entre as seleções uruguaia e brasileira.

Arrascaeta e Lucas Paquetá fazem parte do projeto Catar 2022 de Uruguai e Brasil, respectivamente. O meia estrangeiro até participou da última Copa do Mundo, mas não conseguiu ter tanto destaque, atuando em duas partidas, uma como titular. Para o amistoso com o México, em setembro, Arrascaeta foi mantido na lista dos convocados uruguaios. Na volta ao Brasil, vem sendo um dos mais decisivos do Cruzeiro, com quatro gols marcados no pós-Copa. Um deles no primeiro confronto vencido pela Raposa por 2 a 0 sobre o Flamengo, no Maracanã.

Assim como Arrascaeta, Paquetá está nos planos da Seleção. Ele esteve na lista de suplentes para a Copa e, agora, foi uma das novidades na lista de Tite para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, em setembro, na primeira convocação brasileira após o Mundial da Rússia. Desde o ano passado, o jogador rubro-negro vem se destacando e chamando a atenção. Atualmente, é titular absoluto no esquema de Maurício Barbieri.

Importância em campo
Arrascaeta e Paquetá costumam atuar em faixas diferentes do gramado. Enquanto o uruguaio joga mais aberto pelo lado esquerdo e faz movimentos diagonais para chutar a gol, seu adversário desta quarta costuma atuar mais centralizado, buscando o jogo e também chegando com qualidade ao ataque, sempre flutuando pelas faixas do gramado.

Os números dos dois jogadores são bem parecidos também. Arrascaeta tem 37 jogos no ano e 11 gols marcados, sendo três pela Libertadores. O uruguaio é vice-artilheiro do Cruzeiro na temporada. Lucas Paquetá tem 40 partidas no ano e oito gols, mas ainda não balançou as redes pela Libertadores.

Em termos de utilização, as situações também são parecidas e mostram o quão são importantes os dois. Paquetá foi titular em quase todas as partidas do pós-Copa pelo Flamengo, exceto justamente contra o Cruzeiro no jogo de ida, e em todas durante quase todo o jogo. Só diante do Vitória foi substituído nos acréscimos. Nos demais, jogou até o final. Já Arrascaeta ficou fora contra o Bahia, na 19ª rodada do Brasileiro, por ter de cumprir suspensão. Nas demais partidas, também sempre entrou em campo, mas não com o tempo de jogo de Paquetá.

Na mira do futebol europeu
Futuro em seus países, importância indiscutível nos clubes. Mas tem algo mais em comum entre os dois: o interesse europeu. Destaques no futebol brasileiro, não é de se admirar que os jovens meias recebam assédio do Velho Continente.

Arrascaeta, no ano passado, teve uma proposta do futebol dos Estados Unidos descartada. Neste ano, tanto o Cruzeiro como seus agentes disseram que não chegou proposta oficial, apenas assédio de clubes europeus. Sabe-se que Monaco (França), Wolverhampton (Inglaterra), Villareal (Espanha) e Napoli (Itália) procuraram o jogador. Outros mercados também estão de olho no atleta, como o chinês. A multa para tirar o uruguaio do Cruzeiro é de mais de R$ 300 milhões. A Raposa tem apenas 25% dos direitos.

Paquetá também recebeu sondagens de clubes europeus, mas nenhuma proposta oficial chegou. O Valencia, da Espanha, tinha prioridade na compra do jogador até o fim de junho, mas não exerceu. A multa de Paquetá é um pouco mais baixa que a de Arrascaeta, mas também renderia muito aos cofres rubro-negros: R$ 220 milhões. O clube tem 70% dos direitos.

Por enquanto, os dois seguem brilhando nos gramados brasileiros e sul-americanos com as camisas de Cruzeiro e Flamengo. E no Mineirão, quem vai ser decisivo para a classificação da sua equipe?

GE