Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Galeria Lavandeira reabre ao público na UFPB com obras de Flávio Tavares

A Pinacoteca da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) apresentará, pela primeira vez, um recorte das obras do pintor Flávio Tavares presentes no acervo da instituição. A exposição inédita marca a reabertura ao público da Galeria de Arte Lavandeira, equipamento cultural do Departamento de Artes Visuais do Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA).

A abertura da exposição ‘Flávio Tavares no acervo da Pinacoteca da UFPB’ ocorre nesta quarta-feira (18), a partir das 16h. A exposição, que conta com 12 peças entre pinturas e desenhos do artista, seguirá aberta à visitação pública até o dia 13 de junho.

Maycon Albuquerque, artista e aluno egresso do curso de Artes Visuais da UFPB, é o curador da exposição. Ele conta que Flávio Tavares é um exímio artista e um dos mais fecundos desenhistas paraibanos. Ainda de acordo com o curador, Flávio Tavares teve papel destacado na luta para implantação de um mercado de arte local, participando de fomento à abertura de galerias e espaços dedicados à arte.

“Flávio é um importante um nome que compõe a história da arte paraibana e esteve presente e ajudou em vários momentos históricos da cena artística paraibana, um deles a criação da pinacoteca em 1987. Ele ajudou e contribuiu junto com o professor Hermano José”.

Galeria
Foto: Divulgação

Assim, o curador conta que a exposição não seguirá uma temática específica e será realizada como uma homenagem ao artista que tanto contribuiu para a Pinacoteca da UFPB. Por isso, foram escolhidas obras que nunca haviam sido expostas antes. Ainda segundo o curador, as obras de Flávio Tavares evocam fortemente o lado da imaginação, uma vez que o artista gosta de retratar criaturas fantásticas, além de também apreciar pintar figuras femininas.

Os desenhos presentes na exposição que terá início na Galeria Lavandeira são fruto de curso ministrado pelo artista na Pinacoteca da UFPB durante a década de 80. De acordo com o curador, o destaque principal na exposição é para uma obra da década de 60, sem título, pintada pelo artista aos 18 anos de idade. Trata-se de um desenho em pastel oleoso sobre papel, datado de 1968, e que foi doada por Hermano José à Pinacoteca.

Participa também da mostra um expressivo trabalho de Flávio numa placa de formatura do extinto curso de Educação Artística, obra rara pintada em acrílico, que documenta uma antiga prática na qual artistas costumavam criar obras de arte para registrar a colação de grau de uma turma, o que fugia das tradicionais placas de formatura.

A exposição ‘Flávio Tavares no acervo da Pinacoteca da UFPB’ poderá ser visitada diariamente na Galeria Lavandeira, localizada no bloco B do CCTA, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Galeria
Foto: Divulgação

Sobre a Galeria Lavandeira

Galeria-laboratório ligada ao curso de Artes Visuais da UFPB, com foco na produção universitária e nos intercâmbios artísticos, a Galeria Lavandeira estava com acesso ao público fechado devido à pandemia da Covid-19.

O espaço oferece ao público um perfil voltado à arte contemporânea. A galeria Lavandeira funciona igualmente como um laboratório dos cursos do Departamento de Artes Visuais onde os alunos expõem a produção mais madura e utilizam o espaço para a aprendizagem prática de montagem e curadoria.

Portal Correio