Previous
Next
Previous
Next

Grávida atropelada por retroescavadeira está em coma induzido em João Pessoa

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Está em coma induzido a atendente de telemarketing Rayane Andrade de Araújo, de 27 anos. Ela foi atropelada por uma retroescavadeira no início da tarde da última terça-feira (8), no bairro do Cruzeiro, em Campina Grande, cerca de 130 km de João Pessoa.

A vítima está grávida de 5 meses e está internada no Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzada Fernandes. De acordo com o diretor da unidade, o médico Geraldo Medeiros, o estado de saúde da jovem ainda é considerado grave.

“Ela é uma paciente poli traumatizada. Deu entrada no hospital muito grave com uma lesão de bacia. Foi preciso fixar a bacia imediatamente. Ela checou chocada, com a pressão baixa, com anemia intensa”, explicou.

A gestante passará por um exame de ultrassonografia, com data a ser definida pela equipe médica.

“Ela vai passar por uma ultrassonografia para saber se a criança permanece viva. Ela tem também uma contusão cerebral e está sendo monitorada por cateter e está em coma induzido”, revelou o médico.

O médico disse ainda que somente após 72 horas, contadas a partir do momento em que deu entrada, é que as drogas serão retiradas para a avaliação do quadro neurológico.

“A prioridade agora não é o ultrassom, é o estado geral”, concluiu.

Com T5