Previous
Next
Previous
Next

Harley-Davidson lança moto elétrica renovada e com preço mais baixo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A segunda chance da Harley-Davidson de tentar dominar o setor de motos elétricas finalmente chegou. A clássica marca lançou a LiveWire One nesta quinta-feira. O veículo chega com um preço mais acessível, porém divide opiniões entre os fãs e a imprensa, que apontam se ainda é possível chamar essa versão atualizada de “Harley”.

Isso por conta de dois fatores: o primeiro foi a decisão da Harley-Davidson de desmembrar a divisão de motocicletas elétricas em uma submarca, também chamada de LiveWire. A ideia é fazer com que de pouco a pouco os clientes fiéis da fabricante, que ainda preferem motos à combustão, “se acostumassem com a ideia”.

 

O segundo ponto é o design mais moderno do veículos. Entusiastas mais conservadores em relação à eletrificação apontaram nas redes sociais que a moto “é bonita, mas não é uma Harley”.

De qualquer forma, a LiveWire One se parece muito com a “antiga” LiveWire, só que tem nova pintura e logotipo. E mais: a moto elétrica oferece cerca de 240 quilômetros de autonomia e pode ser carregada rapidamente de 0 a 100% em 60 minutos, o que a torna muito fácil de usar no dia a dia.

O que mudou foi o preço. Antes, custava quase 30 mil dólares, mas a LiveWire One tem o preço oficial de 22 mil dólares, cerca de 115 mil reais. Ainda não se pode chamar isso de “preço popular”, mas é um indicativo de que os custos devem continuar caindo.

A moto elétrica deve chegar por aqui no ano que vem.