Previous
Next
Previous
Next

Hernán Crespo ganha força para ser novo técnico do São Paulo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Na lista de três treinadores que o São Paulo tem como alvos para o comando do time, o português Pedro Martins afastou a possibilidade de trocar o Olympiacos, da Grécia, pelo Brasil. Em entrevista a um canal no YouTube, o técnico afirmou que projeta atuar na Inglaterra como plano de carreira.

A declaração aproxima ainda mais o argentino Hernán Crespo do São Paulo – ele se demitiu do Defensa y Justicia e está livre. Além desses dois, a lista tricolor tem Miguel Ángel Ramírez, mas o espanhol tem um pré-contrato com o Internacional e é improvável que esse acordo seja rompido.

No “Quarentena da Bola”, canal português, Pedro Martins foi questionado sobre a possibilidade de trabalho em outros mercados – o Brasil foi citado, dado o interesse do São Paulo.

– Eu estou bem aqui (na Grécia), tenho um objetivo de carreira que é treinar em uma grande liga como é a inglesa. E, portanto, vou trabalhar neste sentido enquanto puder e conseguir trabalhar nesse aspecto da carreira, vou fazê-lo. E deixando, portanto, (a parte) financeira, que é importante também, faz parte do futuro dos nossos filhos, mas se eu puder fazer e se eu ver que tem condições para poder atingir esse patamar, claramente que eu vou continuar a trabalhar e orientar-me para isso – disse o treinador.

Assim, a opção mais factível para o São Paulo é Crespo. O argentino admitiu na última segunda contatos com o clube, além do Santos e da seleção do Chile, mas afirmou ainda não ter definido o futuro.

O Santos, porém, trata Crespo como um alvo impossível por causa dos valores envolvidos: cerca de R$ 1 milhão por mês para ele a comissão técnica. O São Paulo negocia em patamar semelhante.

No Morumbi, a ordem é frear as negociações com treinadores para que as atenções estejam no jogo desta quarta-feira, contra o Ceará, no Morumbi, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time será comandado pelo interino Marcos Vizolli. A partida é vista como a última chance de recolocar o time na disputa pelo título. Atualmente, o São Paulo é o quarto colocado, com 58 pontos, oito atrás do Internacional e com 15 ainda em disputa no torneio.

 

ge