Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Marcos Aurélio comenta boa fase do Botafogo-PB e espera jogo difícil contra Perilima

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Após duas vitórias importantes fora de casa pela Copa do Brasil e Copa do Nordeste, o Botafogo-PB voltou aos trabalhos no CT da Maravilha do Contorno. O grupo de jogadores se reapresentou e iniciou os trabalhos de preparação para encarar a Perilima, em Campina Grande, na quarta-feira (20), pelo Campeonato Paraibano.

Autor de um gol e do chute que originou o tento convertido por Nando, o camisa 10 Marcos Aurélio falou com a imprensa sobre a invencibilidade da equipe na temporada. Ao todo, o Belo fez dez partidas oficiais, e venceu oito vezes. Para o meia, os resultados vem para coroar o a preparação que foi feita pelo grupo.

– É importante viver um ambiente sadio, de vitórias. É fruto do trabalho, sabíamos que seria um grande ano para nós, como está sendo, e todo mundo está focado e concentrado para ajudar o Botafogo-PB e fazendo por merecer. A gente sabe que não conquistamos nada ainda, temos muitos campeonatos pela frente ainda. Vai ter momento que a gente vai perder, mas todo mundo está empenhado a ajudar e todos estão ajudando – disse.

O cansaço causado pela maratona de jogos pela qual a equipe passou ficou visível, principalmente, no segundo tempo do duelo contra o Sergipe mas, ainda assim, o time foi para cima e conseguiu vencer. Marcos Aurélio comentou sobre a manutenção do time titular em quase todas as partidas.

– Quando a gente se apresentou (para a pré-temporada) ficou uma espinha dorsal do elenco (da temporada passada), e facilita para o treinador. Sabemos da maneira do Evaristo jogar. Quem chegou, buscamos conversar e ajudar no dia dia. Quando você tem uma base que consegue manter no elenco é importante. O foco é esse, estamos no caminho certo – afirmou.

No estadual, o Belo tem 100% de aproveitamento e vai visitar a Perilima, que está na quarta colocação do Grupo B, com apenas 5 ponto conquistados, dez a menos que o próprio Botafogo-PB, por exemplo. Ainda assim o camisa 10 espera por dificuldades em Campina Grande.

– Não tem jogo fácil hoje em dia. Time que é taxado de baixa expressão ganhando de time grande. Vamos encontrar dificuldade mas vamos procurar vencer sempre – concluiu.

Voz da Torcida