Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Mercado da beleza cresce em João Pessoa, afirma diretor da KLA Escola de Vendas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Palestra que abordou estratégias para fortalecimento dos salões de beleza foi ministrada durante Feira Paraibana da Beleza. Evento, realizado pelo Sebrae Paraíba, foi encerrado nesta segunda-feira (03).
“O mercado mudou e o cliente também. O mercado da beleza é altamente competitivo e é importante que os empresários possam estar atentos às necessidades do cliente. Temas como liderança, encantamento e vendas foram bem trabalhados durante a palestra, que teve o intuito de despertar o desejo de ter uma equipe cada vez mais preparada e, acima de tudo, que possa encantar o cliente e promover uma verdadeira experiência no atendimento. Sabemos que o mercado em João Pessoa está em crescimento, com a abertura de esmalterias, barbearias e reinvenção dos salões, mas há espaço para todos que investem no cliente”.

 

Esta é a constatação do diretor da KLA Escola de Vendas, Alberto Marinho, que vê o mercado da beleza em expansão na capital. Diante deste quadro, ele ministrou a palestra “Como transformar o seu salão em uma máquina de vendas” no último dia da programação da 12ª Feira Paraibana da Beleza, que foi encerrada nesta segunda-feira (03), em João Pessoa. Para ele, é preciso que os empreendedores aprendam técnicas e ferramentas estratégicas para, na prática, revolucionar as vendas no próprio negócio.

 

Para além da busca por novos conhecimentos e a realização de novos negócios, a feira também é uma oportunidade para mostrar talentos. Em seu terceiro ano, o campeonato de unhas realizou competições durante dois dias em seis categorias: estrutura em gel com francesinha, tradicional, alongamento em gel com tips, bling shine, estrutura acrílica reversa e unhas artísticas. Neste ano, participaram da competição cerca de 60 manicures. A organizadora do campeonato, Sâmia Lima, é manicure há 15 anos, é proprietária da Mundo Rosa Esmalteria e é especialista em alongamentos artificiais, tanto em acrílico quanto em gel.

 

“A manicure não é mais aquela que ficava num cantinho do salão. Hoje em dia, ela comanda o salão e ganha tão bem quanto uma pessoa formada. Mas para isso, é preciso investir e se capacitar na área. Não basta fazer apenas um curso, porque é uma área extensa, e também deve-se ter em mente que a unha é vista como um acessório atualmente. Então, se especializar para oferecer um serviço correto e que não traga riscos à saúde das unhas ou da cliente é essencial”, afirmou a empreendedora.

 

Dentre as tendências atuais em termos de unhas, Sâmia Lima destaca o alongamento em acrílico, por ser um material que permite maior flexibilidade na hora de trabalhar e possui um acabamento mais natural. Entretanto, ela frisa que, além de ser uma boa profissional, a manicure também deve buscar conhecimentos específicos na área de negócios. “Antes mesmo de ser manicure, fiz vários cursos no Sebrae e um deles foi sobre empreendedorismo. Então, é muito importante não só fazer curso prático para as unhas, mas saber como atender cliente e como liderar uma equipe. Fiz o Empretec e foi um diferencial enorme para que minha empresa pudesse mudar”, relatou.

 

Franquias trazem oportunidade para quem busca abrir seu próprio negócio
O mercado de serviços e produtos de beleza e bem-estar está cada vez mais atraente e promissor. De acordo com o Euromonitor International, o Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de consumo de cosméticos, perdendo apenas para Estados Unidos, Japão e China. Além disso, a última pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) aponta que as franquias ligadas a beleza e bem-estar tiveram alta de 8,9%, na comparação entre o segundo trimestre deste ano com o mesmo período de 2017. O crescimento é superior a todo mercado de franquias, que teve aumento médio de 8,4% no mesmo período.

 

Segundo Luciana Piquet, fundadora e sócia do SPA Express, esse crescimento vem em decorrência da mudança de comportamento do consumidor. “Hoje há a superexposição de todos, isso gera uma cobrança maior pela beleza, estilo de vida saudável e busca por propósitos que influenciam a decisão de compra dos clientes. Com essa maior procura do consumidor, o mercado de beleza e bem-estar consequentemente cresce”, comentou.

 

 

 

Assessoria