Previous
Next
Previous
Next

MPF apresenta denúncia por desvios nas gestões de Ricardo Coutinho e de Zé Maranhão

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério Público Federal na Paraíba denunciou sete pessoas no Caso Desk. O MPF apresentou denúncia contra sete investigados, por desvios de recursos na aquisição de carteiras pelas gestões de Ricardo Coutinho e de Zé Maranhão no Governo do Estado, segundo informações obtidas pelo ClickPB, nesta quinta-feira (6).

Na denúncia assinada pelo procurador da República, Yordan Moreira Delgado, o MPF abre espaço para a defesa dos denunciados e também pede intimação de 14 testemunhas para depoimentos.

Segundo o MPF-PB, “a acurada investigação realizada pela Polícia Federal constatou a prática de diversas irregularidades, com ofensas a vários dispositivos normativos do Sistema de Registro de Preços, perpetradas pelos servidores públicos denunciados que permitiram direcionar as contratações para as empresas DESK e DELTA, em detrimento do interesse público, causando prejuízo ao erário (pelo superfaturamento praticado) e desvio de recursos públicos (peculato) através de vantagem financeira indevida para as empresas, cujos representantes legais, os denunciados FÁBIO MAGID BAZHUNI MAIA e FABIOLA BAZHUNI MAIA VASSALO, possuíam pleno conhecimento das ilicitudes praticadas que levavam à contratação de suas empresas.”

“O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo procurador da República que ao final subscreve, no exercício de suas atribuições constitucionais e legais, nos termos do art. 129, I, da Constituição da República, e com fundamento no Inquérito Policial em epígrafe, vem, perante Vossa Excelência, oferecer DENÚNCIA em desfavor de:

FRANCISCO DE SALES GAUDÊNCIO;
TEREZINHA DA COSTA FERNANDES;
ANIEL AIRES DO NASCIMENTO
AFONSO CELSO CALDEIRA SCOCUGLIA;
BRUNO RICELLI ARAÚJO FREIRE;
FABIO MAGID BAZHUNI MAIA;
FABIOLA BAZHUNI MAIA VASSALO.”

paraiba.com.br