Previous
Next
Previous
Next

Na véspera de completar 500 dias de obra, estádio do Atlético-MG chega a 35% de conclusão; veja números

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Era uma segunda-feira qualquer, em 20 de abril de 2020. Por volta das 10h da manhã, a passagem de um trator simbolizava o marco zero, o início da construção da futura casa do Atlético-MG. Nesta quinta-feira, no mesmo horário, as obras da Arena MRV completarão 500 dias, com o que era um simples terreno já ganhando, cada dia mais, a cara de um estádio de futebol.

Nesta quarta, a Arena atualizou o percentual de conclusão da obra para 35%. A projeção de entrega do estádio, com capacidade para 46 mil torcedores, é para o quarto trimestre de 2022. O custo, inicialmente estimado em R$ 560 milhões, deve ser acrescido em cerca de R$ 50 milhões, com o aumento das contrapartidas do poder público para a obtenção da Licença de Operação (a Arena MRV não confirma novos valores).

Importantes fases, como a terraplanagem, construção das contenções e fundações foram finalizadas. A montagem da estrutura do estádio, estacionamento e esplanada estão em execução, assim como os trabalhos no sistema de drenagem, alvenaria interna e da via marginal que dará acesso ao estacionamento.

Mais de 1.100 operários já passaram pela construção, que atualmente conta com 530 profissionais, de diversas áreas. Com o avanço nas obras, a equipe se prepara para dar início à montagem da cobertura do estádio.

– Cada etapa vencida e cada marco, como esses 500 dias, devem ser comemorados por todas as dificuldades e desafios que enfrentamos. Isso, claro, sem perdermos o foco para as próximas fases que também serão muito desafiadoras – afirma o CEO da Arena MRV, Bruno Muzzi.

A superestrutura que dará forma ao estádio recebeu mais de duas mil toneladas de aço. Cerca de outras 3.400 toneladas já estão fabricadas e aguardando a instalação. As áreas do estádio, estacionamento e esplanada receberam, até aqui, 4.277 peças pré-moldadas.

A nova casa do Galo terá nove setores, 18 portões de acesso e capacidade para 46 mil torcedores. Serão 21 elevadores e, no hall principal, seis escadas rolantes que garantirão conforto para o torcedor e agilidade no deslocamento entre os setores. O estacionamento terá quatro acessos independentes e 2.333 vagas.

Arrecadação
Se tudo indica que o custo da obra cresceu, os recursos também. A receita para a construção foi reforçada em aproximadamente R$ 33 milhões, valor arrecadado até agora após a abertura da venda do segundo lote de cadeiras cativas do estádio, cuja comercialização teve início em junho.

Ao todo, o Galo já alcançou R$ 160 milhões com a venda de cadeiras cativas, camarotes e vagas de estacionamento, valor que será totalmente investido na obra. Somente no segundo lote de cadeiras cativas foram comercializadas cerca de 1000 unidades desde junho e o setor I está esgotado.

– No início do projeto havia uma projeção de arrecadação de cerca de R$100 milhões com cadeiras. Hoje podemos comemorar que, até o momento, essa receita ultrapassou os R$160 milhões – revela o diretor Administrativo e Financeiro da Arena MRV, Thiago Ribeiro Maia.

Para garantir que as obras continuem no ritmo atual e com o cronograma em dia, a Arena MRV continua em busca de patrocinadores e oportunidades comerciais. Esta semana teve início a comercialização das vagas de estacionamento para os clientes de cadeiras cativas. Anteriormente, os clientes de camarotes tiveram a oportunidade de adquirir as vagas.

– Consideramos a comercialização dos espaços da Arena MRV um grande sucesso. A venda dos camarotes, por exemplo, foi um grande sucesso. A Arena MRV contará com 80 camarotes e todas as unidades colocadas à venda foram comercializadas. Mas estamos sempre em busca de novas oportunidades e parcerias comerciais”, ressalta o gerente de Marketing da Arena MRV, João Márcio Coelho Jr.

Números da Obra
Etapas finalizadas: Terraplenagem, Contenções e Fundações
Etapas em execução: Montagem das estruturas metálica e de concreto, drenagem e alvenaria interna
Percentual da obra já concluído: 35%
Número de operários que já passaram pela obra: 1.174
Número de funcionários atualmente na obra: 530
Toneladas de aço já utilizadas nas estruturas: 2.211
Toneladas de aço nas armações: 13.404
Toneladas de concreto já utilizadas: Montado 4.277. Total de peças 21.008
Número de setores no estádio: 9
Número de portões: 18
Acessos para o estacionamento: 4
Número de elevadores: 21
Número de escadas rolantes: 6

 

ge