Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Nike suspende vendas e encerra parcerias com varejistas na Rússia

A multinacional Nike, uma das gigantes do mercado no setor de roupas e artigos esportivos, confirmou nesta quarta-feira (25) a suspensão das vendas dos produtos da marca em lojas parceiras na Rússia. Os acordos firmadas com varejistas russos também foram encerrados.

A decisão foi anunciada pouco mais de dois meses após a companhia americana fechar todas as suas lojas físicas no país por conta do conflito na Ucrânia. Uma das justificativas da Nike para o fim dos negócios na Rússia foram “dificuldades operacionais”.

Os acordos que a marca ainda mantém em solo russo terminam já nesta quinta-feira, dia 26 de maio, incluindo o que permitia o funcionamento das suas franquias ‘Up & Run’. A informação foi confirmada pelo jornal local Vedomosti.

O Inventive Retail Group (IRG), grupo que gerencia 37 lojas da marca na Rússia, disse que já estava enfrentando escassez de mercadorias desde que a Nike interrompeu os envios de mercadorias em março.

“Seremos forçados a fechá-las”, disse a diretora de relações públicas do IRG, Ludmila Semushkina. O presidente do IRG, Tikhon Smykov, também informou os funcionários que o contrato de franquias, firmado em 2012, não será renovado.

Por fim, a companhia confirmou que as operações continuam suspensas na Rússia. Bem como outras empresas que também tomaram a mesma decisão, a Nike informou que segue pagando os salários dos colaboradores que atuam no país.

Olhar Digital