Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Operação do MP prende ex-governadores Garotinho e Rosinha,marido e mulher

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Uma operação do Ministério Público do estado e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ) prendeu, na manhã desta terça-feira, os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus.

Eles foram presos em seu apartamento, no Flamengo, na Zona Sul do Rio, e levados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte da cidade. Além deles, outras três pessoas são alvo da operação: Sérgio dos Santos Barcelos, Ângelo Alvarenga Cardoso Gomes e Gabriela Trindade Quintanilha.

Os pedidos foram feitos em razão de investigações sobre superfaturamento em contratos celebrados entre a Prefeitura de Campos e a construtora Odebrecht, para a construção de casas populares dos programas Morar Feliz I e Morar Feliz II durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita (2009/2016).

Em nota divulgada à imprensa, o MPRJ informou que dois executivos da Odebrecht divulgaram as irregularidades nos contratos em declarações prestadas ao Ministério Público Federal. Leandro Andrade Azevedo e Benedicto Barbosa da Silva Junior afirmaram que a construtora foi favorecida nas licitações superfaturadas avaliadas em R$ 1 bilhão para construção de cerca de 10 mil moradias. Eles forneceram as informações por meio de um acordo de colaboração, firmado no âmbito da operação Lava-Jato.

Redação com O Globo