Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Prefeito de João Pessoa fala sobre a possibilidade de lockdown

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito de João Pessoa Cícero Lucena, durante entrevista na manhã desta terça-feira (2) ao programa Tribuna Livre, do Sistema Arapuan de Comunicação, afirmou que a Prefeitura não tem medido esforços para evitar um possível colapso na saúde e que medidas mais rígidas, como o lockdown (fechamento total), sejam adotado na cidade. O chefe do Executivo pessoense destacou os investimentos que estão sendo feitos na saúde, como abertura de novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), construção de usinas de oxigênio e contratação de novos profissionais para trabalhar no enfrentamento a doença.

“Todo nosso esforço e trabalho é no sentido de evitar que isso ocorra, embora a gente esteja vendo uma tendência nacional, mas nos unimos ao Governo do Estado e colocamos mais de 40 UTIs para funcionar na última semana. Nessa, estaremos terminando a usina de oxigênio no Pronto Vida, com 40 monitores até sexta. Pretendemos colocar mais 25 UTIs no Pronto Vida e outras 10 no Santa Isabel. Estamos tomando todas as providências”, disse ele.

Cícero afirmou, porém, que mesmo tomando todas as medidas necessárias para evitar que isso ocorra, ‘tudo tem um limite’ e que a medida vai depender do esforço entre poder público e o comportamento da população, fazendo um apelo para que todos respeitem as medidas de distanciamento social que foram estabelecidas por meio de decreto.

“Estamos chamando outros profissionais de saúde para compor essas equipes, agora tudo isso tem um limite; seja físico, de mão de obra qualificada, de insumos e sem dúvida nenhuma a maior contribuição é a população se comportando, saindo só se for extremamente necessário e tendo o cuidado de evitar aglomerações e festas particulares. Só assim, com o governo fazendo a sua parte, e a população nos ajudando a enfrentar isso, nós vamos vencer com fé Deus e enfrentar essa crise sem precisar agravar como em outros estados”, concluiu o prefeito de João Pessoa Cícero Lucena.

Portal Paraíba.com.br