Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

PRF, Exército e PM realizam operação para liberar caminhoneiros que desejam encerrar paralisação

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) juntamente com a Polícia Militar e o Exército, realizaram no início da manhã desta quarta-feira (30), uma operação na BR-101, próximo a Gauchinha, em João Pessoa, e teve como objetivo a liberação da via e também os caminhoneiros que estão querendo deixar a paralisação e voltar ao trabalho. Cerca de 280 caminhões foram liberados durante a Operação Corredores Livres.

Desde a última segunda-feira (21), a BR-101 era um ponto de interdição da greve dos caminhoneiros, que acontece em mais de 600 rodovias em todo o país, de acordo com a PRF, contra o aumento no preço dos combustíveis. Mesmo após um novo acordo do Governo Federal, com novas medidas para a redução no valor do diesel, os caminhoneiros permaneceram em greve no local.

O ordem da operação ficou previsto que o Exército seguiria dessa forma:

*Remoção ou condução de veículos obstruindo via pública.
*Escolta de veículos transportando coisas essenciais.
*Garantia de acesso aos locais de produção.
*Medidas de proteção para infraestrutura considerada crítica.

O Exército Brasileiro também informou que, dentre as ações previstas na Paraíba, “vem realizando escoltas de veículos que transportam produtos essenciais, como combustível de aviação, para aeroportos, e distribuição de GLP (gás de cozinha), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal”.

Fim de interdições

Na entrada da cidade de Campina Grande, em Santa Teresinha, na BR-230, a interdição que acontecia desde o início da greve já foi desfeita e o trecho está livre para os veículos. O fluxo se normalizou nesta quarta-feira (20), sem nenhum caminhão no acostamento. Esse era o principal ponto de mobilização, que deu início a greve dos caminhoneiros na Paraíba.

 

ParaibaJa