Previous
Next
Previous
Next

Prova dos 10: freguesia de James contra Messi é ingrediente de Argentina x Colômbia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Palco de grandes jogos e goleadas histórias na Copa de 2014, Salvador sediará logo na abertura da Copa América um duelo que promete: Messi e James Rodriguez são os principais nomes do Argentina x Colômbia deste sábado, na Arena Fonte Nova na SBT as 21h45

O confronto entre os craques, que já protagonizaram o clássico Barcelona e Real Madrid, revela uma freguesia. Em sete partidas, apenas uma teve vitória do “cafetero”.

O jogo entre Argentina e Colômbia terá transmissão ao vivo no SporTV para todo o Brasil com narração de Luiz Carlos Jr e comentários de Ricardinho e Lédio Carmona (com Sálvio Spinola Fagundes Filho na Central do Apito). O GloboEsporte.com acompanha em tempo real, com vídeos.

Messi x James
7 jogos;
4 vitórias e quatro gols do argentino;
1 vitória e um gol do colombiano;
2 empates.
A última vez em que se enfrentaram foi pelo Espanhol da temporada 2016/2017: 3 a 2 para o Barça, com dois gols de Messi e um de James. Porém, desde então, a dupla teve caminhos distintos.

Enquanto o argentino continuou como referência no Camp Nou, o colombiano deixou o Real e não conseguiu ter o mesmo sucesso no Bayern de Munique. Recentemente, aliás, o clube alemão anunciou que não exercerá a cláusula de compra, um pedido do atleta. Como Zidane não conta com ele em Madri, o futuro é incerto.

A importância na seleção, porém, continua alta. Artilheiro da Copa no Brasil, com seis gols, James enfrentou problema muscular no Mundial da Rússia, no qual não marcou gol e desfalcou o time na eliminação para a Inglaterra nas oitavas de final. Atuou nos dois recentes amistosos diante de Panamá e Peru e é esperança de conduzir a Colômbia a uma boa campanha.

 

James aguarda treino da Colômbia no estádio de Pituaçu — Foto: Hector Werlang
James aguarda treino da Colômbia no estádio de Pituaçu — Foto: Hector Werlang

A despeito da cobrança de não ter conseguido levar a Argentina a um título, Messi leva vantagem ao enfrentar a Colômbia. Não perdeu e marcou dois gols. Na Copa América de 2015, teve boa atuação nas quartas de final, que acabou com vitória hermana nos pênaltis.

O vice na Copa de 2014, na qual foi eleito o melhor jogador, e a queda na Rússia para a França, que mantiveram o jejum de títulos desde 1993, não amenizam o respeito dos adversários por Messi. Todos sabem do que ele é capaz, até pelos títulos em série no Barça.

– Todo mundo sabe o que representa o Messi. Ele pode, em qualquer momento, definir o jogo. A gente tem trabalhado para poder enfrentá-lo e tentar controlá-lo – comentou o goleiro Ospina, ao lembrar os dois gols marcados pelo rival em amistoso recente contra a Nicarágua.