Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Secretaria de Saúde inicia ciclo de dedate sobre cobertura vacinal dos municípios paraibanos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou, nesta sexta-feira (21), um ciclo de conversas para discutir a situação da cobertura vacinal da Paraíba. A agenda teve a participação do Núcleo de Imunização da SES, a área técnica da Atenção Básica da SES, os municípios e as gerências da primeira Macrorregião de Saúde e representantes do Projeto de Integração da Vigilância em Saúde e Atenção Primária da UFRN e Ministério da Saúde.

De acordo com a coordenadora estadual de Imunização, Isiane Queiroga, o objetivo da reunião é conversar sobre as dificuldades e apresentar experiências exitosas com o intuito de melhorar a cobertura vacinal nos municípios. Ela explica que essa é uma agenda de rotina, que acontece a cada três meses, e é um espaço para que os profissionais falem sobre suas vivências nas salas de vacinação.

“Estamos com um novo sistema de informação que é o e-SUS. Até julho, era usado o SIPNI, e a gente observa essa mudança tem refletido nas quedas das coberturas vacinais. Não é só isso. A gente entende que a pandemia também tem dificultado às pessoas em procurar as unidades de saúde, mas o sistema de notificação não está refletindo o que é feito na realidade dentro do território. É por isso que estamos chamando os municípios para essa discussão. Nessa reunião, puxamos tudo o que eles colocam como dificuldade pra gente montar um treinamento em cima dessas dificuldades e tentar melhorar essa situação das coberturas vacinais que está acontecendo no Brasil como um todo”, pontua.

Para conseguir ouvir todos os municípios e focar nas dificuldades que cada um apresenta, a agenda foi dividida em três dias, contemplando as três Macrorregiões de Saúde. O próximo encontro virtual será no dia 25 de agosto, para os municípios da 2ª Macro e dia 26 para os da 3ª. Além dos encontros virtuais, a SES também elaborou um questionário para que os municípios preencham apontando essas fragilidades e dificuldades apresentadas para que se possa traçar um panorama de como cada território está com relação ao sistema de informação e as coberturas vacinais.

Como encaminhamento, os municípios deverão preencher o formulário até dia 1° de setembro. A partir daí será elaborado um treinamento para os técnicos de imunização sobre a atualização no novo sistema de notificação.

clickpb