Previous
Next
Previous
Next

Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza vacina antirrábica para humanos e animais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Neste mês de setembro é celebrado o Dia Mundial Contra a Raiva e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem como objetivo manter longe da população pessoense as mais diversas doenças, inclusive a raiva. Para isso, a SMS oferta aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) a vacina antirrábica, tanto para humanos quanto para os animais.

As pessoas devem ser vacinadas caso sejam agredidas por algum animal. Para receber a vacina, devem procurar o Centro Municipal de Imunização, no bairro da Torre. Já a vacina para animais (cães e gatos) deve ser aplicada no Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses (Cvaz) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), localizado no bairro dos Bancários.

O chefe da Seção de Imunização da SMS, Fernando Virgolino, explica que é muito importante que o usuário procure a unidade de referência para vacinar o mais rápido possível, a profilaxia irá depender da localização do ferimento e se o animal é passível de observação. Alertamos ao usuário que não sacrifique o animal, pois essa atitude impossibilitará a observação animal.

“É importante que a pessoa agredida lave o ferimento com muita água e sabão e busque atendimento imediato. O animal doméstico deverá ser observado, pois caso o animal desapareça, morra ou se torne raivoso, há necessidade de informar ao profissional que realizou o atendimento antirrábico. Caso seja um animal de rua, a pessoa pode pedir para o Centro de Zoonoses para recolher esse animal que deverá ser observado por pelo menos 10 dias”, orienta Fernando Virgolino.

Ainda de acordo com Fernando, a profilaxia irá depender da localização da agressão e das condições de saúde do animal, o profissional do local de referência para a vacinação irá investigar o caso e avaliar o local da lesão, podendo ofertar vacina e o soro antirrábico, caso seja necessário.

O soro antirrábico é aplicado apenas no Hospital General Edson Ramalho. Mas para o usuário ter acesso ao soro, precisa primeiro procurar o Centro Municipal de Imunização, que dependendo do caso irá solicitar o soro e encaminhar o paciente ao hospital.

Vacina animal – Para que a doença não seja transmitida para os humanos é muito importante que todos os animais estejam vacinados. Independente de o animal ter sido vacinado, quando há uma agressão, por segurança, o paciente sempre será imunizado contra a raiva humana.

Em João Pessoa, a vacina antirrábica para animais pode ser aplicada no Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses (CVAZ) da Prefeitura Municipal (PMJP), que fica localizado na Avenida Walfredo Macêdo Brandão, nº 100, Jardim Cidade Universitária, e funciona de segunda a sexta das 8h às 17h.

Durante o mês de setembro está sendo realizada a Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica animal. A campanha teve inicio no dia 27 de agosto com postos itinerantes e segue até o dia 22 deste mês, com a realização do dia D. Devem ser vacinados cães e gatos a partir dos três meses de vida.

Os animais podem ser vacinados nos postos de vacinação itinerantes que estarão nos principais pontos da cidade com maior concentração de cães e gatos, de acordo com uma programação especial. A população poderá levar seus cães e gatos para serem vacinados também no CVAZ.

De acordo com o Gerente de Vigilância Ambiental e Zoonoses da SMS, todo cão e gato deve ser vacinado uma vez por ano. “Portanto o fato de ter tomado a vacina ano passado não significa que não precise tomar este ano novamente. Porém, se o animal estiver debilitado não deverá receber a vacina, mas isso será avaliado pela equipe no momento da vacinação e, após o restabelecimento do animal, ele poderá ser vacinado”, explica Nilton Guedes.

Para que o animal seja vacinado, o proprietário deve levar o cartão de imunização do animal, mas aqueles que não tiverem o cartão também receberão o comprovante de vacinação. Caso seja a primeira vez em o que o animal será vacinado, o proprietário deve ficar em alerta para a segunda dose, que deve ser realizada após 30 dias.

Raiva animal – A raiva animal é uma doença causada por um vírus. Ela ataca diversos animais, e também o homem. Quase 100% das pessoas que adquirem a doença chegam ao óbito. O cão, o gato e o morcego são os principais transmissores da raiva em áreas urbanas.

O animal raivoso apresenta mudança de comportamento, para de comer, esconde-se em locais mais escuros, tenta beber água sem conseguir engolir, procura fugir de onde está preso e morde tudo o que vê pela frente (objetos, animais e pessoas).

Quando uma pessoa é agredida por um animal, a exemplo do cão, gato, morcego ou sagüi a recomendação é não matar o animal e pedir orientação ao Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses (Cvaz) de João Pessoa, através dos telefones: 3218-9357 ou 3214-3459.

Secomjp