Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Seleção do Paraibano 2022 tem cinco jogadores do Campinense; Dione é eleito o craque do torneio

A esperada seleção do Campeonato Paraibano Pixbet 2022 eleita pela Rede Paraíba de Comunicação tem como base o time campeão. O Campinense emplacou logo cinco jogadores, além do técnico Ranielle Ribeiro e do craque Dione. Ao todo, o time ideal tem representantes dos quatro semifinalistas, o que demonstrou o bom nível técnico da competição na temporada. O júri foi formado por 35 profissionais que cobriram o estadual através do ge Paraíba, do Jornal da Paraíba, da Rádio CBN e das TVs Cabo Branco e Paraíba.

O Campinense emplacou no time o goleiro Mauro Iguatu, o lateral-esquerdo Émerson, o volante Magno, o meia Dione e o atacante Olávio. Os outros seis jogadores da seleção ficaram divididos entre Botafogo-PB, Sousa e Nacional de Patos, com dois representantes cada. O Belo teve como representantes o volante Pablo e o atacante Gustavo Coutinho; o Dinossauro ficou com o lateral-direito Iranilson e o zagueiro Marcelo Duarte; e o Canário teve o zagueiro Márcio e o meia-atacante Felipe Araújo.

O fato inusitado ficou na escolha do treinador. Ranielle Ribeiro e Lamar Lima empataram com 17 votos cada. Assim, comandam o timaço de craques do campeonato em 2022.

Craque do Paraibano 2022

O craque do Campeonato Paraibano 2022 não poderia ser outro. Maestro do time campeão, rei das assistências, camisa 10 clássico… Faltam adjetivos para qualificar o meia Dione. Ele pulverizou a concorrência com nada menos que 30 dos 35 votos para o título de melhor jogador do estadual. Aos 28 anos, o ex-jogador de ABC, América-RN e Sampaio Corrêa se encontrou no Campinense.

Quem mais chegou perto de Dione foi Olávio, companheiro do meia na Raposa, que teve três votos. Os outros votados pelo júri da Rede Paraíba foram Gustavo Coutinho e Felipe Araújo. Nenhum deles conseguiria tirar de Dione o prêmio do melhor jogador da temporada do futebol paraibano

  1. Dione (Canpinense), 30
  2. Olávio (Campinense), 3
  3. Gustavo Coutinho (Botafogo-PB) e Felipe Araújo (Nacional de Patos), 1

Goleiro

Todo grande time começa por um grande goleiro. E o Campinense sabe bem disso. O gigante Mauro Iguatu (não só no tamanho, mas na personalidade) leva pelo segundo ano seguido o prêmio de melhor goleiro do Campeonato Paraibano. Cidadão campinense pelos relevantes feitos prestados à cidade, também como jogador do Treze, Iguatu se sente realmente em casa no futebol paraibano. Tanto que é disparado o maior ídolo da torcida rubro-negra na atualidade.

Mauro Iguatu, do Campinense — Foto: Eduardo Rodrigues

Mauro Iguatu, do Campinense — Foto: Eduardo Rodrigues

Aos 34 anos, esse piauiense de Simplício Mendes fez carreira no futebol cearense, tanto que recebeu a alcunha que carrega no nome. Mauro Iguatu recebeu 32 votos. A eleição teve apenas mais um goleiro votado — Ricardo, do Sousa, que ficou bem atrás, com apenas três. Uma eleição tranquila.

  1. Mauro Iguatu (Campinense), 32
  2. Ricardo (Sousa), 3

Lateral-direito

Se há uma unanimidade no futebol paraibano em 2022, essa é na lateral direita. Iranilson, do Sousa, foi votado por simplesmente todos os profissionais da Rede Paraíba como o melhor de sua posição. Pudera, ninguém apoiou e defendeu tanto como ele nesta temporada. Não por acaso, virou a melhor opção ofensiva do Dinossauro, com cruzamentos perfeitos e ultrapassagens que surpreendiam os adversários.

São Paulo Crystal x Sousa, Série D, Iranilson — Foto: Ismar Foto / Diventare Studio

São Paulo Crystal x Sousa, Série D, Iranilson — Foto: Ismar Foto / Diventare Studio

Aos 28 anos, Iranilson retornou ao futebol paraibano depois de uma passagem sem grandes feitos pelo América-RN na última temporada. Voltou para reencontrar o mesmo futebol vistoso que já fora visto no Internacional-PB, Campinense e Atlético-PB.

  1. Iranílson (Sousa), 35

Lateral-esquerdo

De curinga em 2021 vestindo a camisa do rival Treze, a titular absoluto da lateral esquerda do Campinense em 2022. O crescimento de Émerson no futebol paraibano foi visível, e o cabeludo encerra a temporada não só como o título de campeão (mais um), mas também com um lugar cativo na seleção do campeonato.

Emerson, Campinense — Foto: Samy Oliveira / Campinense

Emerson, Campinense — Foto: Samy Oliveira / Campinense