Previous
Next
Previous
Next

Trauma de JP garante que monitora atividades e não constatou retenção de macas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Após polêmica envolvendo a devolução de macas para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de João Pessoa, o Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena emitiu uma nota garantindo que realiza o procedimento padrão, que monitora as atividades na instituição e que não se verificou retenção de macas ou qualquer outro instrumento.

A polêmica, que não é nova, veio à tona novamente nesta quinta-feira (19), após publicações de sites da imprensa paraibana.

Confira a nota:

A direção do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto esclarece que todas as macas do Samu são devolvidas em tempo hábil, e que a unidade de saúde não pode ser responsabilizada pela falta de atendimento do serviço móvel.

A direção ressalta ainda que todas as atividades da instituição são monitoradas 24h por circuito interno, e em nenhum momento foi verificado retenção de macas ou qualquer outro instrumento de uso externo ao hospital.

Paraiba Já