Previous
Next
Previous
Next

TRF-5 confirma fim do racionamento em CG e dá vitória ao Governo em queda de braço conta oposição

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O Pleno do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), sediado em Recife, julgou nessa quarta-feira (9) pedido de liminar impetrado pelo Ministério Público Federal e confirmou a decisão de seu presidente, Manoel Erhardt, de setembro do ano passado, que havia legitimado a decisão do Governo da Paraíba em findar o racionamento em Campina Grande e região abastecida pelo açude do Boqueirão.

Por ampla maioria, 12 votos contra 3, os desembargadores do TRF-5 negaram provimento aos pedidos do agravo interposto pelo Ministério Público Federal, mantendo a decisão do Governo pelo fim do racionamento.

Atualmente o Açude Epitácio Pessoa conta com mais de 30% de volume de água. Na época, após a chegada das águas do Rio São Francisco, o Governo do Estado esperou alguns meses para, através das agências responsáveis, considerar o nível suficiente para encerrar o racionamento (na época 8,2%).

A decisão hoje unanimamente tida como certa foi questionada, à época, por alguns opositores do Governo, a exemplo do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) e do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que “patrocinaram” ações do judiciário paraibano e do Ministério Público contra o fim do racionamento.

 

ParaibaJa