Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

UPA Bancários pode ser interditada após denúncias sobre equipe médica

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) dos Bancários, em João Pessoa, pode fechar após denúncias em relação à sobrecarga de trabalho da equipe médica. O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) deu um prazo de 24 horas para a diretoria da unidade apresentar a escala médica de plantão completa.

De acordo com o diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, é crescente o número de reclamações. “O déficit de profissionais gera sérios prejuízos e risco ao atendimento da população e à segurança do ato médico”, destacou.

O diretor acrescentou que se a escala não for entregue nesta sexta-feira (21), a unidade será interditada eticamente a partir deste sábado (22).

Secretaria de Saúde responde
Em nota enviada ao Portal Correio, a Secretaria Municipal de Saúde disse que a unidade “está funcionando com a escala completa, de acordo com o que é preconizado pelo Ministério da Saúde para unidades de pronto atendimento de porte 2”.

O esclarecimento ainda diz que para preencher o quadro de médicos, entregue no mês de agosto, já foram realizadas duas convocações de profissionais aprovados em concurso público para preenchimento das vagas, “porém alguns desistiram do cargo e nesta sexta-feira (21) será publicada a terceira convocação. Esses profissionais têm o prazo de 30 dias para se apresentarem”.

O terceiro ponto da nota diz que “até os novos convocados assumirem as vagas, respeitando os prazos determinados no edital, outros médicos da Rede Municipal de Saúde estão complementando as escalas de plantão, dessa forma, garantido a assistência em pronto atendimento à população pessoense”.

Por fim, a SMS afirma que vai manter o funcionamento normal da unidade com atendimento integral aos seus usuários.

portalcorreio