Previous
Next
Previous
Next

Xuxa recomenda usar presos em testes de remédios: “Que sirvam para alguma coisa”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Durante uma transmissão ao vivo na rede social Instagram, a apresentadora e cantora Xuxa Meneghel, surpreendeu com declarações no perfil da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ). A eterna rainha dos baixinhos assustou afirmando que testes de vacinas e remédios deveriam ser realizados em presidiários que cumprem pena.

A sugestão de Xuxa na live realizada nesta sexta-feira (26) para testes em presidiários causou bastante polêmica, a própria artista avaliou que para as pessoas poderia parecer desumano: “Acho que com remédios e outras coisas, eu tenho um pensamento que pode parecer muito ruim para as pessoas, desumano”.

Xuxa então complementa o raciocínio sendo bem enfática: “Na minha opinião, existem muitas pessoas que fizeram muitas coisas erradas e estão aí pagando seus erros para sempre em prisões, que poderiam ajudar nesses casos aí, de pessoas para experimentos”.

Xuxa ainda envolveu os Direitos Humanos na entrevista e continuou batendo na tecla sobre o teste em detentos: “Acho que pelo menos serviriam para alguma coisa antes de morrer, para ajudar a salvar vidas com remédios e com tudo. Aí vem o pessoal dos Direitos Humanos e dizer que não podem ser usados”.

A celebridade explicou o verdadeiro motivo por trás da sugestão que causou burburinho nas redes sociais: “Se são pessoas que está provado que irão passar sessenta, cinquenta anos na cadeia e que irão morrer lá, acho que poderiam usar ao menos um pouco da vidas delas para ajudar outras pessoas. Provando remédios, vacinas, provando tudo nessas pessoas”.

emoff.ig.com.br