Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next
Previous
Next

Youtuber paraibano Rafael Cunha é condenado a pagar R$ 15 mil por homofobia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O Youtuber, humorista e digital influencer paraibano Rafael Cunha foi condenado pela  Segunda Turma Recursal Permanente da Capital por homofobia, nesta quarta-feira (28). Segundo a sentença, ele deve pagar R$ 15 mil por danos morais a Ivan Cardoso da Silva Júnior, vítima de suposto ato homofóbico pelo artista.

De acordo com a sentença divulgada inicialmente pelo portal ClickPB, Rafael teria feito uma publicação em seu instagram com a imagem da vítima, utilizando os termos  “FANTA LIGHT”, “FANTA” e “FAÇO MELHOR”.

O relator, o juiz José Ferreira Ramos Júnior aponta que na época do fato o demandado possuía 6 mil seguidores. Ele considerou que a vítima sofreu humilhação e constrangimento, e ainda pediu maior cuidado nas publicações em redes sociais pelo artista.

“Do conjunto das provas, vislumbras-se que o recorrido [Rafael Cunha ], possuía o objetivo de depreciar a imagem do autor, visto que, ao escrever as referidas palavras, estava fazendo a menção, a expressão popularmente conhecido, ‘essa coca é fanta’, cujo significado faz referência ao fato de um homem, ser, na verdade, homossexual”, diz.

Ainda segundo a sentença, Rafael teria pedido a condenação do recorrente em litigância de má-fé, mas o juiz afastou a possibilidade.

 

Portal WSCOM