Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Hospital de Clínicas inicia consultas para cirurgias ortopédicas pelo Opera Paraíba

O Hospital de Clínicas de Campina Grande deu início, nesta quarta-feira (11), às consultas ambulatoriais para a realização de cirurgias do pé torto congênito e de outras intervenções ortopédicas. Os procedimentos, considerados de alta complexidade, fazem parte de uma nova etapa do programa Opera Paraíba.

A ampliação do serviço só foi possível após a inauguração de mais duas salas de cirurgia no último mês de abril na unidade. Inicialmente, os atendimentos vão ser voltados para problemas de mão e do pé torto congênito em crianças até os 12 anos.

“A ampliação das especialidades ofertadas pelo Opera Paraíba aqui no HC é resultado de uma gestão que tem um olhar diferenciado para a saúde do estado. Essa também é uma demanda dos paraibanos e agora vamos trabalhar para acelerar o andamento da fila de espera”, explica a diretora geral do hospital, Vívian Rezende.

O pé torto congênito acontece em 1 a cada 1000 crianças vivas, predominantemente no gênero masculino. A assistência ao problema no Hospital de Clínicas contará com o apoio da Rede Cuidar, um serviço permanente de telemedicina, oferecido pelo Governo do Estado. “Nós já tínhamos feito uma triagem prévia com algumas crianças durante a caravana da Rede Cuidar e agora começamos os atendimentos. Após passar pelo ortopedista, se for necessário um procedimento cirúrgico, já estamos abrindo a agenda de marcações para as cirurgias”, explica a coordenadora de ortopedia do hospital, Ana Maria Anselmo.

O hospital tem recebido investimentos do Governo do Estado em diversas áreas com objetivo de modernizar a unidade e melhorar o serviço prestado à população.

Recentemente, o centro cirúrgico passou a ofertar procedimentos guiados por vídeo, após a chegada de um equipamento de videolaparoscopia. A iniciativa proporciona recuperação mais rápida e amplia a capacidade de atendimento, uma vez que a alta dos pacientes é antecipada.

“Nosso planejamento é ampliar já nos próximos meses os procedimentos da ortopedia para os outros membros, como joelho, ombro e quadril. E o acesso ao programa continua da mesma forma como já ocorre com as outras especialidades: o paciente ortopédico precisa ter indicação cirúrgica e realizar o cadastro no programa. Se for de Campina Grande, o agendamento pode ser feito no site ou no próprio hospital, e se for de outros municípios, é preciso que o paciente seja encaminhado através das secretárias de saúde de suas cidades”, esclarece o diretor técnico do hospital, Thyago Morais.

O Hospital de Clínicas já realiza de forma permanente cirurgias gerais, ginecológicas, da otorrinolaringologia, proctologia e oftalmológicas, com as cirurgias de catarata.

clickpb