Anterior
Próximo
Anterior
Próximo

Profissionais de saúde alertam sobre importância da vacina contra hepatites para proteção das crianças em João Pessoa

Profissionais da Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), alertam pais e responsáveis para atualização do cartão de vacina e complemento do esquema vacinal com a pentavalente, que deve ser administrada em crianças de dois a seis meses de idade, com intervalos de 60 dias entre as doses. A vacina oferece proteção contra a hepatite B, difteria, tétano, coqueluche e contra a bactéria haemophilus influenza tipo b, responsável por infecções no nariz, meninge e na garganta.

“Temos observado alguns casos de hepatite aguda grave em crianças, em que as causas ainda estão sendo estudadas. Sobretudo, alertarmos aos pais e responsáveis para manter o cartão de vacinação das crianças atualizado, principalmente, porque há vacina ofertada no SUS que protege contra a hepatite B. Dependendo da idade, a vacina pode ser ofertada conjugada ou separada a diversos públicos”, explicou Fernando Virgolino, chefe de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde.

A primeira dose da vacina hepatite B monovalente é aplicada logo após o nascimento do bebê, preferencialmente nas primeiras 12 horas de vida. Com a utilização da vacina Pentavalente, as crianças receberão quatro doses da vacina hepatite B: Ao nascer e em seguida com dois, quatro e seis meses de idade.  A vacina Pentavalente pode ser aplicada, simultaneamente com qualquer vacina do Programa Nacional de Imunizações.

“As crianças que não se vacinaram com a pentavalente, no período do calendário de rotina, têm a oportunidade de atualizar o esquema vacinal perante as normativas do Programa Nacional de Imunização, que possibilita o ajuste do calendário em situação de atraso para crianças de até 6 anos, 11 meses e 29 dias, o cartão de vacina será avaliado por um profissional de saúde nas salas de vacinas da rede municipal, que definirá o esquema a ser feito, e definirá os prazos para retorno ao serviço”, destacou Fernando Virgolino.

Importância da vacinação – Comprovadamente, as vacinas são o meio mais seguro e eficaz de proteção contra inúmeras doenças infecciosas e são obtidas a partir de partículas do próprio agente agressor, sempre na forma atenuada (enfraquecida) ou inativada (morta). “Quando nosso organismo é atacado por um vírus ou bactéria, nosso sistema imunológico, que atua na defesa, dispara uma reação em cadeia com o objetivo de frear a ação desses agentes estranhos”, complementou o chefe de Imunização da SMS.

ClickPB