O que é Bullying? Conheça o agressor e aprenda a proteger-se

O Bullying é uma ação violenta, sendo realizada por meio de insultos, exposições vexatórias, humilhações e xingamentos preconceituosos, estabelecendo-se uma relação de assimetria de forças, onde o agressor demonstra através do comportamento agressivo, expressividade de poder e inferioridade para a vítima, que sente-se incapaz, de se defender.Contudo, tal comportamento agressivo, pode causar danos físicos e psicológicos severo. Segundo Bandeira e Hutz (2010) as agressões podem ser caracterizadas como psicológicas : apelidos, insultos, comentários racistas, homofóbicos, diferenças religiosas, físicas, econômicas, sociais, culturais etc; e físicas chutes, socos, pontapés, empurrões, roubo, ou danos aos pertences etc; podendo evoluir para exclusão social ou isolamento.

A vítima pode apresentar características como passividade, baixa auto estima, timidez elevada, medo intenso, aumentando a submissão no momento da agressão e consequentemente aumentando a ocorrência da agressão. Conforme Bandeira e Hutz (2010) as vítimas tem probabilidades de sofrerem com dores de cabeça, dores abdominais, e ate cinco vezes mais chances de apresentarem enurese noturna ( o famosa urina na cama durante o sono). Além de causar danos emocionais e cognitivos significativos. A raiz do Bullying é o sentimento de baixa auto estima e insegurança que o próprio agressor apresenta. Quem é o agressor? O agressor é alguém que já foi ou esta sendo vítima de Bullying em outro local e para sair daquela situação, como uma forma de fuga e válvula de escape, acaba tornando-se o agressor e vitimando outros indivíduo.

Portanto, os pais devem estar atentos ao comportamento do filho (a), principalmente se expressarem comportamentos de medo e timidez excessiva ou alguma marca física. E não esquecerem que a educação básica, relacionada a valores se inicia dentro do lar, com a família. Desse modo, os pais devem se policiar, se estão transmitido uma educação inclusiva e sem preconceitos, tendo a preocupação de não fazer comentários preconceituosos ou excludentes com o próprio filho (a), famíliares e com o próximo que não faz parte da família, mas que participa da vida social do filho (a).

 

Psicóloga Clínica. CRP- 13/7445
Fundadora do Projeto Psicossocial com Adolescentes.
Fundadora do Projeto NutriMentes.

Facebook: Psicóloga Elisiane Barbosa

Instagram: @elisianebarbosapsicologa

Contato: (83)98711-6428

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp